Liderança barcelense e susto do leão

O Óquei de Barcelos destaca-se na liderança do Campeonato PLACARD com uma vitória sobre o Tomar construída de bola parada e com quatro golos de Alvarinho. O Sporting esteve a vencer por quatro, mas sofreu até ao apito final...

Liderança barcelense e susto do leão

O Óquei de Barcelos destacou-se este domingo na liderança do Campeonato PLACARD ao vencer o Tomar por 7-2. Os "galos" passam a somar nove pontos, mais três do que Benfica, Sporting (que também venceu este domingo), Porto e Famalicense, sendo que as águias têm um jogo em atraso.

Num duelo pela liderança da prova, que também estava ao alcance do Tomar, os barcelenses foram letais de bola parada. Se, por vezes, o Sporting de Paulo Freitas pecou nesse capítulo, em Barcelos o técnico contou com a eficácia de Luís Querido e Álvaro Morais.

Os tomarenses adiantaram-se aos cinco minutos, por Filipe Almeida, mas o mesmo veria azul pouco depois, permitindo a "Alvarinho" marcar o primeiro dos seus quatro golos, três deles de livre directo. Na primeira vantagem barcelense, aos 13 minutos, Alvarinho assistiu, para o golo de Zé Pedro. Com uma grande penalidade de Luís Querido e novo livre directo de Alvarinho, o Óquei de Barcelos chegava ao intervalo a vencer por 4-1.

Na segunda parte, o Tomar reduziu já com 11 minutos jogados, na 10ª falta barcelense, por Tomás Moreira. Procurou pressionar, mas a eficácia era toda dos homens da casa. Luís Querido bisaria de grande penalidade e, já nos quatro minutos finais, Alvarinho fazia o seu terceiro de livre directo. Ainda antes do apito final, agora de bola corrida, o campeão do Mundo de Sub-20 em 2015 e que esteve entre os pré-seleccionados para o Mundial, selou o poker e as contas da partida.

Sem pilhas para 50 minutos

Em Paço de Arcos, num dérbi da região de Lisboa, o Sporting parecia caminhar para um triunfo fácil. Gonzalo Romero inaugurou aos sete minutos, depois de uma grande penalidade, e Toni Pérez ampliou um minuto volvido. João Almeida desperdiçaria um castigo máximo, mas Henrique Magalhães ampliou ainda antes do intervalo.

A etapa complementar começou com um azul para cada lado. Bruno Frade não conseguiu desfeitear Ângelo Girão e Gonzalo Romero não faria melhor frente a "Matraco"... mas, frio a reagir, marcaria na recarga. Quatro golos sem resposta deveriam ser suficientes para "matar o jogo", mas, como a meio da semana na Luz, o leão, ainda longe da capacidade física exigida pelo modelo de Alejandro Dominguez, ficou sem "pilhas" na segunda metade.

O Paço de Arcos não se resignou e reduziu aos 11 minutos por João Sardo, a rematar sem ângulo contra as costas de Girão. Minuto e meio depois, Bruno Frade "partiu" a defensiva leonina e ofereceu o golo a André Ferreira. A equipa da Linha procurava chegar à margem mínima, mas o golo tardou.

A 10ª falta do Sporting caiu a 15 segundos do fim e João Sardo não desperdiçou. Faltavam poucos instantes, mas o Sporting não segurou a bola. Ricardo Barreiros rematou desde junto da sua baliza e, visivelmente extenuado, Gonzalo Romero cortou com o patim na sua área. Com Gonçalo Nunes chamado à grande penalidade sobre o apito final, valeu Ângelo Girão a segurar a vitória.

3ª Jornada

• Valongo 3-5 Porto • 28.Set

Oliveirense 5-3 Parede • 1.Out

Famalicense 6-5

Juventude de Viana 2-1 Riba d'Ave • 1.Out

• Paço de Arcos 3-4 Sporting • 2.Out

OC Barcelos 7-2 Tomar • 2.Out

• Braga vs. Benfica • 22.Nov • 21h

Classificação

1º Óquei de Barcelos (9 pontos), 2º Benfica* (6), 3º Sporting (6), 4º Porto (6), 5º Famalicense (6), 6º Oliveirense (5), 7º Tomar* (4), 8º Paço de Arcos* (3), 9º Braga* (3), 10º Valongo* (3), 11º Juventude de Viana (3), 12º Murches (1), 13º Parede* (0), 14º Riba d'Ave (0)

*menos um jogo

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny
Outros artigos do dia
Contas da 1ª fase de qualificação fechadas

Contas da 1ª fase de qualificação fechadas

Grosseto, La Vendéenne, Calafell e Caldes são os últimos apurados para a 2ª fase de qualificação, com resultados esperados. Mesmo o 'conveniente' triunfo dos gauleses, a apurar também os italianos e a afastar o Lleida.

Valongo apura-se no 'grupo da morte'

Valongo apura-se no 'grupo da morte'

O Valongo venceu o Quévert e assegurou a passagem à 2ª fase de qualificação da Liga dos Campeões, num grupo D que era visto como o mais complicado. A vitória valonguense deixa o Bassano sem hipótese de apuramento.

Braga avança para a 2ª fase de qualificação

Braga avança para a 2ª fase de qualificação

Mesmo antes de jogar, o Braga tem certo o apuramento para a 2ª fase de qualificação da Liga dos Campeões. A vitória do Alcoi sobre o Coutras torna o embate dos bracarenses com os italianos do Forte uma mera formalidade.

Primeiras vitórias para Oliveirense e Juventude de Viana

Primeiras vitórias para Oliveirense e Juventude de Viana

Com uma reviravolta nos derradeiros cinco minutos, a Oliveirense somou o primeiro triunfo no campeonato. O Famalicense, com uma segunda vitória, junta-se ao grupo da frente e a Juventude de Viana logrou os primeiros pontos frente a um Riba d'Ave que merecia mais.