Tiago Almeida reforça Sanjoanense na luta da II Divisão

Tiago Almeida regressa à Sanjoanense, que fica com mais argumentos na luta pela subida, na peugada da Juventude Pacense, líder a Norte. A Sul, segue na frente o Turquel, seguido da BIR, mas há mais candidatos.

Tiago Almeida reforça Sanjoanense na luta da II Divisão

Com menos de meio ano em Braga, Tiago Almeida está de regresso à "sua" Sanjoanense. O jogador de 24 anos terá pedido para sair, sendo "chamado" o benfiquista Tiago Sanches pelos bracarenses, e será reforço da "sua" Sanjoanense.

Campeão do Mundo de Sub-20 - no último título mundial júnior luso - em 2017, na China, ao lado de António Trabulo e Gonçalo Meira, que agora deixa em Braga, e Hugo Santos, que reencontrará em São João da Madeira, Tiago Almeida protagonizou uma excelente campanha na pretérita temporada apesar de não evitar a despromoção dos alvinegros. Como muitos outros, procurou outra experiência, outro palco de afirmação.

Saíram, por exemplo, também João Lima, para o promovido Famalicense, ou o guarda-redes Tiago Freitas, para a Académica de Espinho, mas a "saltar" agora também para a equipa de Famalicão, que se despediu do experiente Ricardo Silva.

O técnico Tiago Sousa chegou à Sanjoanense e foi obrigado à reconstrução, mas a equipa da "cidade do trabalho" tem correspondido e é 2ª na Zona Norte da II Divisão.

Contas à II Divisão

Está muito longe o desfecho do Campeonato Nacional da II Divisão, mas os candidatos à subida começam a perfilar-se e a ganhar terreno. Em particular, a Norte.

A Juventude Pacense de Hugo Azevedo é a única equipa sem derrotas no escalão secundário, com nove vitórias e um empate, e lidera a Zona Norte com 28 pontos, seguida da Sanjoanense com 25. Depois, há já um fosso de seis pontos para o 3º, o Académico de Cambra.

Já a Sul, a liderança de 26 pontos do Turquel, com a BIR em 2º, com 23, pode ser ilusória. A equipa da Aldeia do Hóquei e a equipa de Valado dos Frades têm já 11 jogos realizados, mais dois que Alenquer ou Candelária, que somam 20 pontos.

Entre estas quatro equipas e talvez o Marinhense ("perdido" a meio da tabela, mas com apenas sete jogos realizados), deverá ser decidido o promovido directamente (o vencedor da Zona) e quem disputa com o 2º classificado da Zona Norte o terceiro lugar de subida ao escalão maior.

Juventude Pacense e Sanjoanense destacam-se na Zona Norte. A Sul, há mais putativos candidatos, mas também mais jogos em atraso.

Em termos de golos, os dois primeiros a Norte destacam-se com 64 golos conseguidos pela Juventude Pacense e os 63 da Sanjoanense em 10 partidas. A equipa mais concretizadora a Sul é a BIR, com 53, mas, com mais um jogo, apenas 4.82 golos por jogo. O Alenquer, com 5.78 golos por partida, tem melhor média.

A defesa mais eficaz mora a Sul. Bem, mais do que a Sul, mora bem longe, no distante Pico. O Candelária de Pedro Afonso não conta mais do que 23 golos sofridos, 2.56 por jogo, ao passo que o líder nortenho, a Juventude Pacense, já sofreu 27, 2.7 por jogo.

No pólo oposto das contas, o Termas - sem vitórias, um empate e nove derrotas - tem o pior ataque da prova, com 2.6 golos conseguidos por jogo, mas não a pior defesa. Marítimo (6.80), Infante Sagres (5.91), Valongo "B" (5.80) e Escola Livre (5.70) têm, por partida, defesas mais permissivas.

Zona Norte

1º Juventude Pacense (28), 2º Sanjoanense (25), 3º Académico de Cambra (19), 4º Carvalhos (18), 5º Póvoa (18), 6º Porto "B"* (15), 7º Paredes (15), 8º Académica (14), 9º Académica de Espinho* (12), 10º Académico da Feira+ (12), 11º Infante Sagres+ (11), 12º Valongo "B" (10), 13º Escola Livre (3), 14º Termas (1)

*menos um jogo, +mais um jogo

Zona Sul

1º Turquel+ (26), 2º BIR+ (23), 3º Alenquer* (20), 4º Candelária* (20), 5º Benfica "B"* (18), 6º Oeiras* (13), 7º Sintra* (13), 8º Marinhense*** (12), 9º Entroncamento* (12), 10º Marrazes+ (11), 11º Física (10), 12º Sporting "B" (6), 13º Maritimo SC (5), 14º Juventude Salesiana (4)

*menos um jogo, ***menos três jogos, +mais um jogo

AMGRoller

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny