Sporting recupera de 4-1 e divide pontos com Tomar

Tomar e Sporting empataram a quatro. A equipa de Alejandro Dominguez teve de recuperar de uma desvantagem de 4-1, numa partida disputada quase até à exaustão pelos comandados de Nuno Lopes. O Benfica fica isolado na liderança.

Sporting recupera de 4-1 e divide pontos com Tomar

"Benfica, líder, em casa do último, Murches. Sporting, FC Porto e OC Barcelos também folgados". Assim lançava A Bola uma jornada em que o Porto só se destacou definitivamente no marcador a três minutos e meio do apito final e em que Óquei de Barcelos e Sporting deixariam pontos frente a Oliveirense e em Tomar. E o Benfica fica "mais líder", agora sem a companhia do "velho rival", que fica a dois pontos, em igualdade pontual com os dragões.

Este domingo, no fecho da 11ª jornada, houve uma grande partida de Hóquei em Patins no Municipal Cidade de Tomar, com a divisão de pontos a ajustar-se. Os tomarenses estiveram muito bem enquanto houve fôlego, os sportinguistas nunca deixaram de tentar contrariar a desvantagem.

Ferran Font inaugurou o marcador e, já com dois azuis, reduziu para 4-3.
Ferran Font inaugurou o marcador e, já com dois azuis, reduziu para 4-3.

Num jogo aberto, o Tomar mostrou desde bem cedo audácia, mesmo com o capitão Ivo Silva infeliz, a ter de sair duas vezes nos primeiros nove minutos depois de ser assistido em pista.

A equipa de Nuno Lopes era mais perigosa, mas um azul a "Tato" Ferruccio aos 13 minutos comprometeu o bom momento. António Marante ainda defendeu a primeira tentativa de Ferran Font, mas, na recarga, o catalão inauguraria mesmo o marcador.

Nem o jovem Marante, nem o Tomar acusaram o golo, não perdendo o foco. A seis minutos e meio do intervalo, Tomás Moreira rematou forte da zona frontal para a igualdade. Pouco depois, os autores dos dois golos, Tomás e Ferran, viam o azul.

Tomás Moreira assinou um hat-trick.
Tomás Moreira assinou um hat-trick.

O castigo terminou mesmo a tempo de Tomás Moreira regressar à pista para o livre directo da 10ª falta contrária. E voltou a bater Ângelo Girão, certamente avivando "pesadelos". É que, na temporada de 2018/19, o jogador que até passou pela formação do Sporting, marcou duas vezes quatro golos ao guarda-redes internacional português, na vitória no João Rocha (a primeira derrota dos leões nesse palco) e no "Casablanca".

Ao intervalo, o Tomar justificava a vantagem. E, logo aos três minutos, um segundo azul a Ferran, por enganchamento a Ivo Silva, voltava a colocar frente-a-frente Tomás e Girão. E o atacante, com o seu forte remate colocado, fazia o 3-1.

António Marante foi protagonista, dando segurança para - enquanto houve pernas - os colegas criarem perigo.
António Marante foi protagonista, dando segurança para - enquanto houve pernas - os colegas criarem perigo.

O Sporting procurava responder, mas com pouco acerto... e muito Marante. O guarda-redes tomarense protagonizou mais um excelente jogo, a piscar o olho a uma convocatória à selecção de Sub-23, e "segurava" os leões apesar da grande penalidade para Gonzalo Romero ou a superioridade numérica por novo azul a Tato. No entanto, o Tomar estava longe de se encolher, continuando a levar perigo junto a Girão. E chegaria mesmo ao quarto golo, por Guilherme Silva, a 13 minutos do fim.

Recuperação

O Tomar parecia ter na mão um triunfo que escapava desde 1994, mas o Sporting nunca esmoreceu, apesar de períodos de algum desnorte e ataque atabalhoado na corrida contra o tempo. No culminar de um bonito lance, Toni Pérez serviu de primeira Henrique Magalhães para, também de primeira, reduzir para 4-2.

Era a vez dos tomarenses mostrarem estofo. Lucas Honório entrou e "arrancou" a 15ª, mas, desta feita, à terceira, Girão levou a melhor frente a Tomás Moreira. Logo de seguida, Marante defendia mais uma grande penalidade, agora de Henrique Magalhães.

Toni Pérez fez o 4-4 final.
Toni Pérez fez o 4-4 final.

Na busca de outras soluções, Alejandro Dominguez já deixava um jogador sempre na frente, à espera de lançamentos em profundidade, mas o Tomar estava confiante e não claudicava... até que, vindo de trás, Ferran Font, aposta apesar dos dois azuis, rematava de meia distância para o 4-3.

Faltavam cinco minutos e a diferença mínima coincidia com uma tremenda física dos anfitriões, desgastados por um jogo intenso.

A dois minutos do fim, já nem restavam forças para Tomás Moreira tentar bater uma grande penalidade, e, incumbido, o argentino "Tato" levou a bola ao poste, num momento que podia ter "matado" o jogo. Pouco depois, Toni Pérez era expedito com uma bola perdida na área tomarense e fazia o 4-4 com que se chegaria ao final da partida.

História

Este empate entre o Sporting e a sua filial nº1, numa ligação já centenária, é um ponto final em 11 vitórias consecutivas da "casa mãe", sendo preciso recuar a 2013 para encontrar outro desfecho, também um empate, então a cinco, mas também com Nuno Lopes no comando dos tomarenses.

Nuno Lopes repetiu o empate de 2013. Depois, o Sporting venceu 11 duelos consecutivos frente ao Tomar. Até este domingo.
Nuno Lopes repetiu o empate de 2013. Depois, o Sporting venceu 11 duelos consecutivos frente ao Tomar. Até este domingo.

Nuno Lopes já defrontara duas vezes Alejandro Dominguez no Municipal, vencendo por 5-2 em Fevereiro de 2021 e, antes, empatando a um no seu primeiro jogo após regresso ao Tomar, em Fevereiro de 2019. Em ambas, o argentino estava à frente do Benfica.

Anos antes, com outras cores, Nuno Lopes, no Sporting, vencera o agora técnico sportinguista, então no Reus, na final da Taça CERS de 2015, no desempate por grandes penalidades.

12ª jornada a meio da semana

O Campeonato PLACARD prossegue já esta quarta-feira, com a realização da 12ª jornada antes de fim-de-semana de Taça. Destaque para a deslocação do Porto a Paço de Arcos, um Clássico apesar da fase que a equipa da Linha de Cascais atravessa, ocupando o penúltimo lugar.

11ª Jornada

• Murches 3-8 Benfica • 7.jan

• Paço de Arcos 1-4 Famalicense • 7.jan

Riba d'Ave 6-3 Braga • 7.jan

• Parede 3-5 Porto • 7.jan

• Juventude de Viana 1-4 Valongo • 7.jan

• Óquei de Barcelos 2-2 Oliveirense • 7.jan

• Tomar 4-4 Sporting • 8.jan

Classificação

= 1º Benfica (30), 2º Sporting (28), 3º Porto (28), 4º Valongo (24), 5º Óquei de Barcelos (23), 6º Oliveirense (15), 7º Tomar (14), 8º Parede (13), 9º Riba d'Ave (12), 10º Braga (10), 11º Famalicense (10), 12º Juventude de Viana (7), 13º Paço de Arcos (6), 14º Murches (4)

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny
Outros artigos do dia
Voltregà garante último bilhete para a Copa

Voltregà garante último bilhete para a Copa

A primeira volta da OK Liga terminou com o Barcelona na frente e as oito equipas que vão disputar a Taça do Rei definidas. O Voltregà 'agarrou' a última vaga com uma vitória em Noia, apesar da igualdade pontual com Lleida e Alcoi.

Óquei de Barcelos sem respostas para jogos de 'risco elevado'

Óquei de Barcelos sem respostas para jogos de 'risco elevado'

O Óquei de Barcelos aborda as limitações na lotação da sua 'Catedral', que vinca serem 'impostas pela FPP e pelas autoridades policiais'. O clube lamenta não ter respostas sobre os critérios para os seus jogos de 'risco elevado'.