Hockey Vercelli retira equipa da Serie A1

Com metade da fase regular disputada, o Hockey Vercelli abandona a Serie A1, principal campeonato italiano. Problemas económicos estiveram na origem do êxodo de jogadores e treinadores, que dita a desistência da competição.

Hockey Vercelli retira equipa da Serie A1

Está confirmado, pela federação italiana (FISR), o cenário temido: o Hockey Vercelli abandona a Serie A1.

Finda a sua 13ª partida na presente temporada, a pausa natalícia não trouxe nada de bom ao emblema piemontês, que se desmoronou. As saídas sucederam-se na abertura de mercado e, à data de fecho, esta terça-feira, não sobrava qualquer jogador do plantel principal que iniciara a temporada. Nem sequer treinador.

Deixando o Vercelli em 12º, o treinador Roberto Crudelli foi para o Breganze, 13º, tal como o experiente goleador Massimo Tataranni e o guarda-redes Mattia Verona. Para o Giovinazzo, 14º e lanterna-vermelha, foram Xavi Rubio e Cosimo Mattugini.

O argentino Marcos Orellano, ex-Candelária, já há muito tinha partido, por alegados problemas de adaptação. O português Diogo Neves rumou a Trissino. Giorgio Maniero e Andrea Stefani rumaram Novara, para a Serie A2. Davide Bergamin reforçou o Amatori Vercelli e o guarda-redes Alex Pettenuzzo representará a segunda equipa do Sarzana.

Fundado em 2019 por um grupo de directores dissidentes do histórico Amatori Vercelli, o Hockey Vercelli fui meteórico a chegar à categoria máxima, a Serie A1, logrando chegar ao convívio das principais equipas italianas em apenas dois anos. Mas o sonho sofre agora um duro revés.

Taça de Itália suspensa

A FISR, desde já, suspende o jogo entre Vercelli e Monza, da 14ª jornada, agendado para este sábado, bem como os quartos-de-final da Taça de Itália, dado que a classificação final da primeira volta (que dita os cruzamentos) pode sofrer alterações.

O "regulamento de jogos e campeonatos" em vigor para esta temporada diz no seu artigo 16 ("Desistência ou exclusão após publicação do calendário") que "caso a desistência ou exclusão ocorra antes do fim da primeira volta, todas as partidas disputadas pela equipa desistente ou excluída serão canceladas" ou "se a desistência ou exclusão ocorrer durante a segunda volta, todas as partidas da segunda volta (disputadas e a serem disputadas) terão derrota por 10 a 0; todos os resultados obtidos na primeira volta permanecem válidos".

De facto, a primeira volta ainda não está terminada, dado que falta um jogo (e apenas um), agendado para esta quinta-feira, entre Forte e Monza. O que, na interpretação simples do regulamento, levaria à retirada dos pontos conquistados por todas as equipas frente ao Hockey Vercelli.

AMGRoller

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny
Outros artigos do dia
Forte fecha primeira volta da Serie A1 na frente

Forte fecha primeira volta da Serie A1 na frente

No derradeiro jogo da primeira volta da Serie A1, o Forte venceu em Monza e garantiu o 1º lugar no meridiano da fase regular. Entre os oito apurados para a Coppa Italia, só após a decisão sobre a desistência do Vercelli haverá duelos definidos.