Benfica empata e fica fora dos quartos-de-final

O Benfica não foi além de um empate na recepção ao Fraga e está fora dos quartos-de-final da Champions League Women. A Stuart, já apurada antes desta última jornada, defrontará o Coruña.

Benfica empata e fica fora dos quartos-de-final

Um empate a duas bolas deixa o Benfica fora dos quartos-de-final da Champions League Women. No "grupo da morte", as encarnadas precisavam da vitória, e a divisão de pontos apura o Fraga e o Vila-Sana.

Entre Benfica, Fraga e Vila-Sana, num autêntico “grupo da morte”, praticamente todos os cenários de apuramento eram possíveis à entrada para a última jornada. A equipa de Huesca, Aragão, viajou com apoio para Lisboa, mas foram as águias que entraram mais forte.

Raquel Santos saiu lesionada, para não mais voltar, logo aos três minutos. Uma baixa de peso, num revés madrugador, para Paulo Almeida.
Raquel Santos saiu lesionada, para não mais voltar, logo aos três minutos. Uma baixa de peso, num revés madrugador, para Paulo Almeida.

Pressionantes, agressivas, as águias surpreendiam, mas sofreram um enorme contratempo aos três minutos. Raquel Santos viu o azul e, apesar de Adriana Soto não conseguir converter o livre directo e do Fraga não capitalizar a superioridade numérica, a saída da internacional portuguesa, maltratada no lance e muito queixosa (não regressaria), condicionava as escolhas de Paulo Almeida.

O Benfica, com a responsabilidade de vencer [o Fraga até podia perder, desde que não fosse por mais de dois golos], assumia mais o jogo, mas falhava no último terço, pouco incomodando a campeã europeia Anna Ferrer.

Sem que, colectivamente, o Benfica conseguisse desequilibrar a defensiva contrária, Bia “inventou” o golo inaugural.
Sem que, colectivamente, o Benfica conseguisse desequilibrar a defensiva contrária, Bia “inventou” o golo inaugural.

As aragonesas - no 4º lugar da OK Liga, a um ponto (e com menos um jogo) do Vila-Sana - mostravam-se bem organizadas, com as argentinas Adriana Gutiérrez, uma autêntica “maestra” (em vários sentidos) a cinco dias de completar 39 anos, e Adriana Soto, campeãs mundiais, a destacarem-se, e espreitavam ataques rápidos, levando perigo à baliza de Maria Celeste Vieira.

Com o carrossel encarnado a não funcionar, coube a Beatriz Figueiredo inventar um golo na área do Fraga. A seis minutos do intervalo, Bia levantou e rematou em rotação, surpreendendo Sanjurjo, que a marcava, e Ferrer. A vencer, o Benfica esteve perto de ampliar logo de seguida, mas Marlene Sousa, que “roubou” a bola na divisória, não conseguiu desfeitear novamente a guarda-redes catalã.

Anna Ferrer, guarda-redes campeã da Europa, foi um bastião da bem organizada equipa de Jordi Capdevilla.
Anna Ferrer, guarda-redes campeã da Europa, foi um bastião da bem organizada equipa de Jordi Capdevilla.

Na segunda parte, Jordi Capdevilla colocou a sua equipa a mandar no jogo. Aos três minutos, Aina Arxé, que representou o Benfica em 2018/19, rematou de muito longe e Maria Celeste foi infeliz, introduzindo a bola na sua própria baliza depois de uma primeira defesa. Mantendo a pressão alta, aos cinco minutos, o Fraga consumava a reviravolta num desvio à boca da baliza de Vinyet Flix a um remate de Soto.

A precisar de dois golos, o Benfica reagiu. Em crescendo, as águias beneficiaram de um azul a Maria Sanjurjo e Cata Flores não perdoou igualando a dois ainda com perto de 15 minutos para jogar. Mas o resultado não se alteraria.

Aina Arxé, que representou o Benfica, igualou no arranque da etapa complementar.
Aina Arxé, que representou o Benfica, igualou no arranque da etapa complementar.

O Benfica pressionou, teve algumas oportunidades, incluindo novo livre directo, mas na precipitação ofensiva perante uma equipa mais rotinada frente a equipas de maior valia, até seria o Fraga a estar, num par de momentos, perto do golo, negados pela guardiã encarnada em jeito de redenção.

Mantendo-se a igualdade, o Fraga vence este Grupo A, e defronta, com claro favoritismo, o Roller Matera nos quartos-de-final. O Vila-Sana é 2º e terá de medir forças com o Gijón, apenas campeão espanhol e europeu, vencedor da Taça Intercontinental, Taça da Rainha e Supertaça.

Cata Flores assinou o 2-2, mas o empate não chegava para o Benfica se qualificar para os quartos-de-final.
Cata Flores assinou o 2-2, mas o empate não chegava para o Benfica se qualificar para os quartos-de-final.

Coruña no caminho da Stuart

Para além do Grupo A, discutia-se também nesta derradeira jornada a ordem na classificação entre Coruña e Manlleu no Grupo C.

As galegas jogavam em França, frente ao Coutras, e uma vitória, independentemente dos números, era suficiente para garantir o 1º lugar, evitar o Palau e defrontar a Stuart. O Coruña venceu por 0-4, com Alba Garrote em destaque, ao assinar um hat-trick, e têm encontro marcado com a equipa portuguesa nos quartos-de-final.

Também sem golos sofridos, Gijón e Palau fecharam a fase de grupos com vitórias confortáveis. Já com os primeiros lugares dos respectivos grupos assegurados, as asturianas venceram o Remscheid, na Alemanha, por 0-7, e as catalãs venceram na recepção ao Vordemwald por 9-0.

Os quartos-de-final, a duas mãos, estão agendados para 23 de Março e 6 de Abril.

Grupo A

Fraga 2-0 Benfica • 11.Nov

Benfica 3-1 Vila-Sana • 14.Jan

• Vila-Sana 1-2 Fraga • 27.Jan

• Fraga 1-2 Vila-Sana • 10.Fev

Vila-Sana 2-1 Benfica • 24.Fev

• Benfica 2-2 Fraga • 10.Mar

Classificação: 1º Fraga (7), 2º Vila-Sana (6), 3º Benfica (4)

Grupo B

Gijón 14-2 Remscheid • 11.Nov

• Remscheid 2-7 Roller Matera • 13.Jan

• Roller Matera 2-2 Gijón • 27.Jan

Gijón 8-3 Roller Matera • 10.Fev

Roller Matera 10-2 Remscheid • 24.Fev

• Remscheid 0-7 Gijón • 9.Mar

Classificação: 1º Gijón (10), 2º Roller Matera (7), 3º Remscheid (0)

Grupo C

Coruña 4-2 Coutras • 11.Nov

• Coutras 0-7 Manlleu • 13.Jan

• Manlleu 0-2 Coruña • 27.Jan

• Coruña 1-2 Manlleu • 10.Fev

Manlleu 11-1 Coutras • 24.Fev

• Coutras 0-4 Coruña • 9.Mar

Classificação: 1º Coruña (9), 2º Manlleu (9), 3º Coutras (0)

Grupo D

• Vordemwald 0-4 Palau • 11.Nov

Palau 7-0 Stuart • 13.Jan

Stuart 1-0 Vordemwald • 27.Jan

• Vordemwald 2-2 Stuart • 10.Fev

• Stuart 2-3 Palau • 24.Fev

Palau 9-0 Vordemwald • 9.Mar

Classificação: 1º Palau (12), 2º Stuart (4), 3º Vordemwald (1)

Quartos-de-final

• QF1 • Roller Matera vs. Fraga • 23.Mar e 6.Abr

• QF2 • Stuart vs. Coruña • 23.Mar e 6.Abr

• QF3 • Vila-Sana vs. Gijón • 23.Mar e 6.Abr

• QF4 • Manlleu vs. Palau • 23.Mar e 6.Abr

Meias-finais

• MF1 • Vencedor QF1 vs. Vencedor QF2 • 27.Abr

• MF2 • Vencedor QF3 vs. Vencedor QF4 • 27.Abr

Final

Vencedor MF1 vs. Vencedor MF2 • 28.Abr

AMGRoller Compozito

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny
Outros artigos do dia
O Rei vai de blaugrana

O Rei vai de blaugrana

O Barcelona conquistou a Taça do Rei pela 26ª vez, sétima nas últimas oito edições, ao vencer o Sant Just, estreante nestas decisões. João Rodrigues inaugurou o marcador da final da 80ª edição da prova.

Três pontos numa grande segunda volta e à francesa

Três pontos numa grande segunda volta e à francesa

O Riba d'Ave venceu o Juventude Pacense por 3-2 e, na fuga à despromoção, já soma 13 pontos na segunda volta. O internacional francês Remi Herman assinou os três golos dos ribadavenses.

Estados Unidos no elenco do Campeonato do Mundo

Estados Unidos no elenco do Campeonato do Mundo

Com uma vitória por 2-3 sobre a anfitriã Colômbia, os Estados Unidos garantiram o bronze no Pan-Americano e uma histórica presença no palco maior do Campeonato do Mundo de Setembro próximo, fechando as oito selecções do 'quadro principal'.

Sant Just e Barcelona na final da Taça do Rei

Sant Just e Barcelona na final da Taça do Rei

A Taça do Rei terá uma final inédita entre o Barcelona, o mais titulado da prova, e um estreante Sant Just, que venceu o anfitrião desta edição e vai somando páginas históricas esta temporada.

Porto apanha Oliveirense no topo da classificação

Porto apanha Oliveirense no topo da classificação

O Porto venceu em Oliveira de Azeméis e alcançou a Oliveirense no topo da classificação do Campeonato Placard. Sporting, a correr atrás do prejuízo de uma inusitada primeira parte, e Benfica venceram fora de casa.