Hoje na Imprensa!

Rei e os golos (e os árbitros)

Feb 29, 2016

Recorte: O Jogo

Dois dias depois, continuam a ser os ecos do jogo entre Barcelos e Benfica a estar em destaque nas edições dos jornais diários desportivos desta segunda-feira, 29 de Fevereiro.

O Jogo e A Bola estiveram à conversa com o protagonista maior do empate a três de passado sábado. “Queria ter marcado tudo”, refere Reinaldo Ventura a’O Jogo sobre o duelo com Trabal em que, em seis bolas paradas, “apenas” transformou três em golo. Na página daquele diário, Reinaldo afirma que “Não tenho 20 anos mas dou tudo”, apontando aos 38 golos que já soma no campeonato, sendo destacado n’A Bola que o líder dos melhores marcadores da I Divisão motivos para satisfação. “Rei dos golos volta a sorrir”, surge em título.

Os objectivos de “Rei” e do Barcelos não terminam intramuros e no próximo fim-de-semana jogam a segunda mão dos quartos de final da Taça CERS, em busca de um lugar na Final 4. “Vamos a Itália motivados pelo empate com o Benfica”, diz Reinaldo. Os barcelenses levam uma vantagem de 8-4 na bagagem.

Arbitragem

A arbitragem do jogo de Barcelos mereceu logo após o final da partida críticas de um e outro lado. A Bola com as declarações de Pedro Nunes e Carlos Nicolia na flash interview (“Benfica critica árbitros”) e o Record com as palavras de Pedro Nunes à BTV (“Benfica critica arbitragem”) fazem eco da indignação encarnada.

Reinaldo Ventura, referindo que o Benfica tem direito a protestar, não encontra assim justificação. “Falar de árbitros é tirar brilho” (O Jogo) e “Erros nos dois lados” (A Bola) dão conta dos motivos do atacante de 37 anos do Óquei de Barcelos que refere que a sua equipa também já teve motivos de queixa e “teve de aguentar”.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade