Vídeos

Entre críticas e a alegria pela final

May 15, 2016

As conferências de imprensa no final das partidas das meias-finais da Final Four da Liga Europeia ficaram marcadas pelas críticas de Barcelona e Forte dei Marmi.

Sergi Panadero foi o primeiro a falar, referindo que houve situações que a equipa não podia controlar e que já estavam à espera ao jogar frente ao organizador. Ricard Muñoz foi mesmo mais concludente, criticando abertamente a dupla de arbitragem italiana que dirigiu a partida que só foi decidida no desempate por grandes penalidades, depois do Benfica ter feito todo o prolongamento com 14 faltas.

Do lado do Benfica, o discurso era naturalmente de felicidade. Pedro Henriques foi herói, mas afirmou que o desempate por castigos máximos é, acima de tudo, uma questão de sorte. O guarda-redes do Benfica que na próxima temporada vai representar o Reus, explicou - ou tentou explicar - ainda o sentimento de se sagrar bicampeão nacional, mas ter de adiar os festejos para depois da final da Liga Europeia. Pedro Nunes fez questão de vincar que as defesas de Pedro Henriques vão muito para além da sorte e que a vitória, reconhecendo que o adversário foi mais forte em alguns momentos do jogo, foi justa.

Se a conferência de imprensa de Ricard Muñoz foi incisiva nas críticas à dupla de arbitragem, a do Forte dei Marmi não ficou nada atrás. Pierluigi Bresciani criticou o critério da dupla espanhola, apitando as mesmas situações de um lado e não do outro, e Pedro Gil lembrou inclusivamente a Final Four do Dragão Caixa em 2013, em que o "seu" Valdagno - com a mesma dupla de arbitragem - lhe viu serem assinaladas nove bolas paradas contra, entre livres directos e grandes penalidades. Desta feita, não foram precisas tantas porque o Forte dei Marmi também não marcou mais golos...

Tó Neves escusou-se a comentar as declarações do lado do Forte. Admitindo que, se fosse ao contrário seria possível que - a quente - também se queixasse, o treinador da Oliveirense sublinhou a justiça do resultado. Carlos López continua a perseguir o feito de lograr a conquista europeia por todas as equipas por que passa na Europa. Este domingo, pode fechar com chave de ouro antes do regresso à Argentina natal.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade