Notícia

Lleida bate favorito Arenys e sagra-se campeão

Oct 09, 2016

O Lleida sagrou-se, este domingo, campeão da Eurockey Cup de Sub-17, sucedendo a Braga (2014) e Manlleu (2015).

O Arenys de Munt, que reunia algum favoritismo, marcou logo no primeiro minuto da final por Àlex Joseph e temeu-se que fossem "favas contadas" para a única equipa que ainda não tinha perdido na prova.

Àlex Joseph e Aleix Domènech, ambos do Arenys de Munt, foram os melhores marcadores, com 12 e 11 golos, respectivamente. O mais certeiro entre os portugueses foi José Gonçalves, do Paço de Arcos, com 10.

Mas o Lleida não desistiu e, numa primeira parte muito equilibrada, chegou ao empate a minuto e meio do intervalo. Arnau Anglas ainda defendeu a grande penalidade de Jordi Badia, mas no seguimento do lance, o atacante do Lleida marcou mesmo.

O empate ao intervalo prometia emoção para a segunda parte.

Pol Besoli, que seria eleito MVP da final, colocou logo no primeiro minuto após o reatamento o Lleida na frente. E voltaria a dar nova vantagem à sua equipa depois de Aleix Domènech restabelecer a igualdade a dois.

A apresentar um plantel curto em Blanes, o Arenys de Munt não conseguiu contrariar o Lleida, que deu o golpe de misericórdia por Pol Mestres, a assinar o 4-2. Ao Arenys valeu mesmo o guarda-redes campeão da Europa Arnau Anglas - defendeu duas grandes penalidade e dois livres directos - para evitar outros números nesta derrota.

O Lleida levanta o título de 2016 depois de um percurso em que registou uma derrota na fase de grupos - com o Benfica, por 4-3 - e venceu os jogos com Roller Bassano (8-1), Herne Bay United (0-7) e, já na fase final, triunfou sucessivamente com Viareggio (2-6), Manlleu (2-4) e Arenys de Munt (4-2).

Benfica em terceiro

O Manlleu adiantou-se a seis minutos do intervalo por Oriol Ramirez e Roc Pujadas ampliou para uma vantagem importante. Mas, mesmo sobre o final da primeira parte, João Maló reduziu de grande penalidade e deu o mote para uma etapa complementar em que os encarnados virariam o jogo.

Diogo David e João Maló consumaram a reviravolta, mas, com 2-3 no marcador, a incerteza permaneceu. E só foi dissipada nos segundos finais, com o 2-4 por Paolo Dias a carimbar o terceiro lugar do Benfica nesta Eurockey Cup.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade