Opinião

O Mini-HP

Mar 26, 2014
Luis Sénica
2

Luís Sénica é o Director Técnico e Seleccionador Nacional, tendo regressado à Federação de Patinagem de Portugal após quatro épocas ao serviço do SL Benfica em que ganhou tudo o que havia para ganhar.

O Mini-HP, UMA OPORTUNIDADE ENORME DE FAZER ALGUMAS MUDANÇAS POSITIVAS!

A atual realidade formativa ainda que apresente sinais favoráveis, está longe de sustentar um processo pedagogicamente adequado em claro respeito pela maturação do jovem praticante.

Temos pouco treino formativo e excesso de competição não formativa sustentada em normas dos adultos; resulta daí que os primeiros anos de competição se concentrem em resultados (campeões) ao invés de processos (formação ideal).

Existe ainda em todo este processo a acrescida incapacidade de fazer valer a idade biológica em detrimento da idade cronológica que domina o treino e como consequência directa os "períodos" ou "fases" sensíveis não são aproveitados ou utilizados a favor do processo de formação do jovem praticante.

A tudo isto, temos ainda que juntar que nem sempre os melhores treinadores para a formação estão no treino com jovens e são "socialmente" encorajados a trabalhar a nível da elite onde encontram muitas vezes o espaço da sua validação e reconhecimento.

Com o Mini-HP podemos encontrar um espaço de competição formativa que pretende fornecer a todas as crianças oportunidades e experiências para desenvolverem habilidades que podem transferir com entusiasmo/motivação para o jogo formal de Hóquei em Patins.

A FILOSOFIA

Prazer e benefícios formativos são o principal foco para o Mini-HP.

Pretende-se promover valores educacionais e recreativos/competitivos através da prática do Mini-HP.

Incentivar um ambiente competitivo em que as crianças podem aprender as habilidades básicas, sem as distrações que são frequentemente associadas com uma ênfase exagerada na vitória.

O domínio das habilidades fundamentais e a diversão de jogar são essenciais para o desenvolvimento de um interesse ao longo da vida no hóquei.

OS OBJETIVOS

• Introdução e experiência agradável no Hóquei em Patins;

• Proporcionar um ambiente saudável para diversão e aprendizagem;

• Ensinar as habilidades fundamentais básicas;

• Participação, diversão e desenvolvimento de habilidades;

• Desenvolvimento da comunicação a nível da aprendizagem dos jogadores;

• Introdução ao jogo.

AS VANTAGENS DO Mini-HP

"Aprende A Jogar Através do Mini-HP", baseia-se num modelo de jogo simplificado e de espaço reduzido, projectado para possibilitar a prática do Hóquei em Patins a todas as crianças nele envolvido.

Este é um modelo que tem sido utilizado com sucesso nas grandes potências do Hóquei no Gelo e do Hóquei em Linha, que tem resistido ao teste do tempo e mostrou que as crianças nele envolvido encontram neste ambiente de prática excelentes condições e experiências de hóquei.

As regras permitem que as crianças possam desenvolver as habilidades do Hóquei em Patins num ambiente que promove a diversão, a aprendizagem, a participação de todos, e o desenvolvimento físico e mental.

Tem sido demonstrado que as crianças que iniciam a sua formação neste ambiente obtêm uma experiência excepcional de Hóquei em Patins.

Os pais podem questionar: que vantagens há em jogar o Mini-HP?

"Isto não é jogo! Eu quero que o meu filho jogue como os "profissionais", porque eu quero que ele jogue o Hóquei em Patins real!"

Para ajudar a responder a estas questões, vamos pensar numa criança tentando patinar com a bola durante uma acção de ataque ao longo de quase 40 m; quanto tempo vai levar?

Quanta energia vai ser necessária?

Será que o desenvolvimento da acção de tomada de decisão na criança desenvolve-se mais em espaço reduzido ou num espaço amplo de jogo com 40x20?

Em que situação a criança vai ser mais envolvida na acção?

Para responder e ajudar a perceber estas dúvidas levantamos outra questão:

Porquê reduzir o espaço?

Modificamos o espaço de jogo para existir uma adaptação ao tamanho físico das crianças que o praticam e adequado ao seu desenvolvimento cognitivo.

Então quais as vantagens de jogar Mini-HP?

Os principais benefícios do jogo é que ele promove a criatividade, cria um ambiente de jogo que permite o desenvolvimento, aumenta o tempo de participação, acelera o processo de aprendizagem, melhora a tomada de decisão através de execução de habilidades - lê e age mais rápido-, potencializa a aprendizagem das habilidades de desenvolvimento, cria um ambiente positivo e uma paixão para jogar.

OS BENEFÍCIOS:

• As crianças têm mais energia para aplicar as suas habilidades quando jogam numa pista mais pequena em oposição ao espaço de jogo normal;

• O sentimento de pertencer a uma equipa vai motivar a criança e provocar maior entusiasmo na sua participação;

• O jogo está mais direcionado ao seu nível etário;

• O jogo está cheio de acções em permanente mudança;

• Mais repetição/frequência das acções do jogo, menos tempo e menos espaço para pensar. As acções de tomada de decisão surgem em maior número e com maior frequência e ritmo;

• Mais solicitação das acções básicas de patinagem o que implica o desenvolvimento da Agilidade, Coordenação e Equilíbrio;

• A velocidade das situações no jogo aumenta, o que vai exigir reacções mais rápidas físicas e mentais por parte dos jogadores;

• As habilidades fundamentais do jogo são reforçadas através do aumento do número de acções que se produzem no jogo, desenvolvem-se mais rapidamente;

• A actividade de cada jogador aumenta consideravelmente;

• Mais tempo de contacto com a bola resulta em melhoria das habilidades de controlo da bola;

• A possibilidade de obter golo aumenta pois o jogador tem mais oportunidades para rematar;

• A participação do GR no jogo e a leitura das suas acções torna-se mais eficaz;

• Maior número de repetições nas acções do GR;

• O sentimento de ser uma parte importante numa acção aumenta face ao tamanho da pista;

• O facto de todos participarem na resolução dos problemas do jogo leva a uma partilha de responsabilidades;

• A compreensão dos princípios do jogo é desenvolvida em idade jovem;

• Ensina em idade baixa a compreender a zona defensiva e ofensiva do jogo de HP. Nos Bambis no plano ofensivo partindo do jogo a 2 (CORBEAU - Base dos jogos desportivos colectivos. 1988) assume o passe e o apoio, no plano defensivo a marcação individual. Nos Benjamins no plano ofensivo assume um portador da bola e dois receptores potenciais, permitindo passar duma escolha binária (conservo a bola ou passo-a ao meu colega) para uma escolha múltipla (conservo a bola ou posso optar por passá-la ao colega 1 ou ao colega 2), no plano defensivo na marcação individual permite um encurtamento das linhas defensivas.

• Não existem pausas desnecessárias no jogo;

• Aumenta a sensação positiva do jogo de HP,

• Melhora o ambiente de ensino do jogo de HP;

• Aumenta a confiança dos jogadores novos e menos aptos em ambiente competitivo;

• Cria um desafio mais forte para os jogadores mais aptos, mais acções, menos espaço, mais oposição, maior grau de habilidade.

Ao jogarem em espaço reduzido as crianças são colocadas numa situação semelhante.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade