Notícia

Paço de Arcos campeão!

Nov 04, 2018

O Paço de Arcos venceu a edição de 2018 da Eurockey Cup de Sub-15. A histórica equipa da Linha sucede na lista de vencedores às equipas portuguesas do Sporting (2017) e do Porto (2016), fruto de uma vitória sobre o Vilanova por 6-1.

Antevia-se uma grande final entre o Paço de Arcos, apontada como a melhor equipa no torneio, e o Vilanova, “dono” do pavilhão de Les Casernes, onde a competição de Sub-15 tem os seus jogos decisivos, e vigente campeão da Catalunha e de Espanha.

No entanto, uma entrada forte do Paço de Arcos arrumaria a questão antes do intervalo.

Com o cinco base que cativou e convenceu quem assistiu aos jogos - com José Caldeira, Rodrigo Sousa, Rogério Maia, Diogo Pernas e Filipe Martins –, o Paço de Arcos entrou pressionante, rápido sobre a bola e a anular por completo as boas primeiras partes do Vilanova.

Aos cinco minutos, Filipe Martins inaugurou o marcador. No lance, o jogador do Paço de Arcos, consagrado no final como melhor marcador do torneio, saiu lesionado numa mão do choque com a tabela de fundo, mas não abandonaria a partida. E foi determinante no desenrolar do encontro.

¬

Menos de um minuto volvido, Diogo Pernas marcava o primeiro de quatro, que lhe valeriam o prémio de MVP da final. O Vilanova pediu um desconto de tempo, mas não conseguiria mudar o rumo dos acontecimentos. Pernas marcou mais dois ainda antes do intervalo, para um 4-0 que beneficiava também de uma boa exibição do guarda-redes José Caldeira, em que nem de grande penalidade deixou violar as suas redes.

No regresso, o Vilanova trouxe mais velocidade e o jogo tornou-se emotivo. Não fosse a vantagem amealhada pelo Paço de Arcos na primeira metade e teria sido um jogo de luxo para o escalão de Sub-15.

Aos três minutos, Jofre Villà logrou reduzir, de grande penalidade, mas a vitória da equipa portuguesa nunca esteve em causa. Com a entrada de Tiago Sanches, a equipa de Pedro Ramos entrou no jogo de lances a uma velocidade vertiginosa e, na vontade do Vilanova em reduzir, encontraria espaço para mais dois golos. Diogo Rodrigues fez o 5-1 a seis minutos do fim e Filipe Martins assinaria o definitivo 6-1.

O triunfo do Paço de Arcos vem no seguimento de um trabalho de anos, que passou por dois títulos no escalão de Sub-13, em 2016 e 2017. Este ano, a equipa que é habitualmente treinada por Nelson Ribeiro (jogador da equipa sénior), é séria candidata ao título de Sub-15.

A classificação final ficou assim ordenada: 1º Paço de Arcos (POR), 2º Vilanova (ESP), 3º Benfica (POR), 4º La Vendéenne (FRA), 5º GEiEG (ESP), 6º Trissino (ITA), 7º Thiene (ITA), 8º Compostela (ESP), 9º Sporting (POR), 10º Herne Bay (ING), 11º Raspeig (ESP), 12º Wimmis (SUI), 13º Viareggio (ITA), 14º Recklinghausen (ALE), 15º Uttigen (ALE), 16º Cronenberg (ALE).

O triunfo do Paço de Arcos em Sub-15 traduz-se também numa dobradinha portuguesa, depois do Benfica ter vencido em Blanes, no início de Outubro, em Sub-17.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade