Notícia

Lista única, de continuidade

Nov 09, 2018

As eleições para a Associação Nacional de Clubes de Patinagem (ANACP) só terão uma lista na corrida.

Agendadas para a próxima sexta-feira, dia 9, as eleições que definem os órgãos sociais para o quadriénio 2018-2022 terminarão inevitavelmente com a vitória da lista A, encabeçada pela Casa do Povo da Sobreira, num cenário de assumida continuidade.

A Casa do Povo da Sobreira está na liderança da ANACP desde a sua fundação, em 2009, inicialmente com Vítor Soares indicado para a presidência da Direcção e, desde 2012, com Rui Carvalho ao leme.

Continua Rui Carvalho?

A continuidade do Sobreira na liderança abre também a porta à continuidade de Rui Carvalho.

Apesar de ser apontado nos bastidores como potencial candidato à Federação de Patinagem de Portugal (FPP), Rui Carvalho não irá a sufrágio e deverá ser reconduzido na presidência da Direcção da ANACP.

Para já, é apenas conhecida a constituição da Lista na figura dos clubes que a integram para os diferentes órgãos. Formalizada a eleição é que será oficializada a indicação do delegado de cada clube.

A lista está assim constituída:

Assembleia Geral

Associação Desportiva Os Limianos (Presidente), Sporting Clube de Tomar (Secretário) e Associação Académica de Coimbra (Relator)

Direcção

Casa do Povo de Sobreira (Presidente), Futebol Clube do Porto (Vice-Presidente), Famalicense Atlético Clube (Tesoureiro), Sporting Clube de Portugal (Secretário) e Hóquei Clube da Mealhada (Vogal)

Conselho Fiscal

Associação Juventude de Viana (Presidente), Associação Desportiva de Valongo (Secretário) e Clube Académico da Feira (Vogal)

Suplentes

Criar-T Seixal Hóquei (1º), Hóquei Clube Paço do Rei (2º) e Hóquei Clube de Braga (3º)

Objectivos

Podendo indicar 21 delegados para as Assembleias Gerais da FPP, a ANACP tem no seu conjunto um peso de 35% no processo eleitoral, ainda que cada delegado tenha liberdade de voto. Para além disso, a associação tem promovida algumas acções de visibilidade mediática, nomeadamente a Elite Cup, e, com o lema “Cimentar o Presente, projectar o Futuro”, a Lista A estabelece para o próximo quadriénio uma série de objectivos, que enumera na sua apresentação:

I. Aumento do número de associados;

II. Fomentar o desenvolvimento e progresso técnico da patinagem;

III. Estabelecer, coordenar, dinamizar e regular as relações entre os seus associados;

IV. Estabelecer e manter relações com todas as entidades, nacionais e internacionais, que desenvolvam a promoção e programação do desporto e do espírito olímpico, nomeadamente através da prática da patinagem;

V. Formar, dirigir e incentivar a prática da patinagem, em todas as suas modalidades, a nível nacional;

VI. Promover acções que permitam o desenvolvimento das disciplinas;

VII. Organizar eventos e acções que permitam projectar as disciplinas de patinagem;

VIII. Mediatização das disciplinas da Patinagem, através do recurso às novas tecnologias e constante interacção com os mais variados públicos;

IX. Papel de Consultor junto das Entidades Nacionais e Internacionais para:

a. Reformulação dos quadros de transferência e adaptação à actual Lei de Bases;

b. Implementação de medidas protectoras aos clubes formadores;

c. Criação de condições para o aumento dos atletas nos escalões seniores;

d. Avaliar e Planear roadshows de promoção das disciplinas da Patinagem por todo o País.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade