Notícia

Não há crença que resista: Stuart perde por falta de comparência

Dec 01, 2018

Seriam 50 minutos movidos pela esperança de uma reviravolta inédita na Liga Europeia feminina, depois de uma derrota por 8-3 na Catalunha. Mas a Stuart não apresentou treinador e acabou por perder por falta de comparência, concretizada numa derrota por 0-10.

Apesar do tema das faltas de comparência estar na ordem do dia, depois do Óquei de Barcelos ter sido penalizado na segunda mão dos 16-avos da Taça WSE, a equipa feminina da Stuart não acautelou devidamente a ausência de Andreia Barata, cuja saída do comando técnico foi anunciada pelo clube a 22 de Novembro.

De forma tristemente irónica, Francisco Janelas, delegado da equipa, é o presidente da Associação Nacional de Treinadores de Hóquei em Patins...

Na primeira mão, a equipa de Massamá já tinha sido alvo de um reparo dos árbitros franceses Arnau Esoli e Stephane Rizzotti no boletim de jogo, por o número da licença de Francisco Janelas, delegado ao jogo, e Débora Gonçalves, então adjunta de Andreia Barata, serem o mesmo…

O Voltregà aguarda agora o desfecho do encontro entre Benfica e Coutras, ainda este sábado, para conhecer o adversário dos quartos-de-final, sendo que as encarnadas trazem de França uma vantagem de três golos, após uma vitória por 1-4 na primeira mão.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade