Notícia

Hóquei em Patins em risco elevado

Nov 01, 2020

O Governo anunciou este sábado o alargamento das medidas especiais estabelecidas para Paços Ferreira, Lousada e Felgueiras a um total de 121 concelhos. Tomando como exemplo a I Divisão, apenas três concelhos dos representados ficam de fora…

Um Conselho de Ministros extraordinário realizado este sábado face ao aumento do número de casos positivos de SARS-CoV-2 culminou com o decretar da extensão das medidas já estabelecidas para Paços Ferreira, Lousada e Felgueiras.

Entre os concelhos agora abrangidos estão Barcelos, Braga, Lisboa, Oliveira de Azeméis, Porto, São João da Madeira, Valongo, Viana do Castelo, Vila Nova de Famalicão, sedes de 11 das 14 equipas que disputam a I Divisão. “A salvo” ficaram apenas as três equipas representativas da zona Centro do país, Os Tigres (Almeirim), Tomar e Turquel (Alcobaça).

Entre os concelhos fora das medidas especiais, até seria possível um embate, entre Turquel e Tomar, agendado para quarta-feira.

Quando foram inicialmente decretadas as medidas especiais para os três concelhos mais afectados do país, a Federação de Patinagem de Portugal adiaria os jogos da Juventude Pacense, ressalvando que tal se devia não só às restrições aplicadas, mas também porque estava apenas uma equipa em causa.

Esta quinta-feira, o Governo “parou” o desporto não profissional.

As medidas agora estabelecidas e que entram em vigor a 4 de Novembro, data da 7ª jornada do Campeonato Nacional da I Divisão, são – na generalidade – as mesmas que levaram à suspensão este fim-de-semana das jornadas das modalidades “não profissionais”, como o Andebol, Basquetebol, Futsal, Hóquei em Patins e Voleibol. Mesmo sem público.

Poderá o desporto, e o Hóquei em Patins em particular, ser uma excepção nestas medidas?

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade