Notícia

Braga está de regresso para mês sem descanso

Nov 04, 2020

Esta quarta-feira, regressa a I Divisão depois de um fim-de-semana sem jogos. E regressa também - enfim - o Hóquei Clube de Braga, 25 dias após a sua última partida oficial.

O Campeonato arrancou a 26 de Setembro e, em três fins-de-semana, o Braga cumpriu os três jogos agendados.

À primeira jornada, com pouco tempo para recuperar depois de um primeiro período de confinamento, os bracarenses caíram em Turquel, por 3-1, com Carlos Loureiro a apontar o único golo da equipa da cidade dos arcebispos.

Seguiu-se à segunda jornada o Valongo. No Parque das Goladas, o Valongo reclamou a vitória por 2-4, sendo insuficientes os golos de Diogo Seixas e Pedro Delgado ("Bekas"). O resultado surpreendia de alguma forma, mas o Valongo de Edo Bosch, ainda sem derrotas no que já foi cumprido, mostraria que tal não foi um acaso, e lidera a prova a par do Sporting.

Seguiu-se a recepção ao rival Óquei de Barcelos, assumido candidato ao título. E os barcelenses venceriam por 1-4, com o tento bracarense da autoria de Carlos Loureiro.

Ainda no rescaldo do jogo, um caso positivo à SARS-CoV-2 obrigou a equipa a parar. Seguiram-se outros casos positivos, a quarentena prolongou-se e acabaram adiados os jogos com Porto, Juventude de Viana e Sporting.

Regresso com o Riba d'Ave

Por ironia do destino, o regresso aos jogos é frente a um Riba d'Ave - esta quarta-feira, a partir das 21h - que diz muito ao agora técnico bracarense, Hugo Azevedo.

Natural de Riba d'Ave, o técnico regressara ao clube do seu coração e onde cumpriu toda a sua formação em 2016, iniciando ali a sua carreira como treinador principal. Viveu uma dolorosa descida administrativa, mas brilhou na liderança de um grupo de jovens aguerridos no regresso à divisão maior.

No último defeso, Hugo Azevedo pendurou definitivamente os patins - partilhando os seus motivos com o HóqueiPT - e abraçou o desafio do Braga, que viu Rui Neto rumar a Barcelos.

De Riba d'Ave para Braga levou também Diogo Seixas, campeão do Mundo por Portugal de Sub-20 em 2013 e 2015, e a quem confiara a braçadeira apesar de só ter chegado à equipa de Vila Nova de Famalicão em 2018. Chamou Miguel Moura, que conhecia dos tempos de treinador da formação do Valongo, e dos valonguenses recebeu também o guarda-redes Leonardo Pais, que foi seu colega.

A estes juntaram-se Gonçalo Meira, de regresso do Óquei de Barcelos, e Fabricio Ciocalle, um "presente" de última hora, cedido pelo Liceo. Da pretérita temporada continuaram Afonso Lima, Ângelo Fernandes, António Trabulo, Carlos Loureiro, Pedro Delgado ("Bekas") e o guarda-redes Gabriel Costa.

Correr contra o calendário

Com três jogos em atraso (um deles relativo à 6ª jornada, adiada na íntegra), o Braga terá de "correr" ainda mais que os restantes para cumprir o objectivo federativo de se fechar a primeira volta a 5 de Dezembro. São 10 jogos para realizar entre 4 de Novembro e 5 de Dezembro, sem margem para novas quarentenas...

Esta quarta-feira, o Braga recebe o Riba d'Ave. Dia 7 joga em Tomar e a 11 recupera o jogo da 5ª jornada, com a Juventude de Viana. A 14 é a vez da Sanjoanense, seguindo-se um "buraco" até dia 22. Com o jogo com o Porto, da 4ª jornada, por agendar, é possível que este seja agendado para a "data livre" de 18 de Novembro.

Depois, nova corrida. Há Os Tigres a 22, Sporting a 25 (o jogo adiado da 6ª jornada) e a Oliveirense a 28. Já em Dezembro, estão previstos os jogos com o Benfica no dia 1 e com o Famalicense no dia 5.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade