Notícia

Hat-trick de 'Rei' eleva Barcelos ao trono

Jan 23, 2021

Foto de capa: Óquei Clube de Barcelos

O Óquei de Barcelos assumiu a liderança do Campeonato com um triunfo por 8-4 sobre o Braga. O resultado, pesado para os bracarenses, fica marcado por um hat-trick de Reinaldo Ventura quando o jogo estava empatado a dois. #PrimeiraDivisão

Depois da frustração do meio da semana, em que não conseguiu reclamar a liderança, o Óquei de Barcelos recebeu o Braga para um sempre intenso dérbi minhoto.

Miguel Rocha adiantou os anfitriões aos quatro minutos, mas faltou eficácia ao Óquei de Barcelos para garantir uma maior vantagem. E, aos 12 minutos, Gonçalo Meira, ex-barcelense, repôs a igualdade.

"Teimoso", Miguel Rocha, melhor marcador da equipa de Rui Neto no Campeonato e segundo melhor da prova, voltou a colocar a sua equipa na frente logo de seguida, mas, mais uma vez o Braga não perdeu o foco.

Num dérbi minhoto que é sempre marcado pela intensidade, o Óquei de Barcelos chegou à 10ª falta ainda com sete minutos para jogar na primeira parte, e Miguel Moura fez o 2-2. A equipa de Tó Neves mostrava que não entregaria facilmente os três pontos que poderiam valer a liderança aos rivais...

Antes do intervalo, o Óquei de Barcelos ainda festejou nova vantagem, mas em vão. O golo seria anulado e Dario Gimenez veria o azul por protestos, deixando a sua equipa em inferioridade nos dois minutos finais da primeira parte. Ainda assim, a equipa de Rui Neto até poderia ter mesmo chegado à vantagem. Procurando capitalizar o "powerplay", o Braga também chegou à 10ª falta, mas Miguel Rocha não aproveitou.

Miguel Rocha, melhor marcador dos bracarenses, marcou mais três golos.

Na etapa complementar, o Braga até entrou melhor, mas seria penalizado depois de um azul a Pedro Delgado. O truque de ilusionismo do mago Dario Gimenez não correu bem no correspondente livre directo, mas, no "powerplay", Reinaldo Ventura fez o 3-2 num forte remate de meia distância. Era a hora do "Rei".

O mais experiente - e titulado - jogador em pista não se contentou em dar vantagem à sua equipa. Reinaldo bisou pouco depois para o 4-2 e completou um hat-trick para o 5-2, a 13 minutos e meio do fim. Foram três golos em pouco mais de três minutos de jogo para uma vantagem que, noutras circunstâncias, daria tranquilidade.

No entanto, o Barcelos vinha de uma experiência "traumática" em Turquel a meio da semana. E, quando Miguel Moura bisou para o 5-3, o Óquei procurou fechar, voltando a mostrar alguma ansiedade.

Sem que o Braga conseguisse concretizar, Dario Gimenez culminou uma bela jogada colectiva a três minutos do final, para o que poderia ser o ponto final na intranquilidade do grupo de Rui Neto, mas logo de seguida o jovem Miguel Moura voltava a não tremer de livre directo perante "Conti", para o 6-4. Só que as forças do Braga não davam para mais...

O Barcelos controlou o (pouco) que falta jogar e no último minuto disparou para um resultado pesado para os bracarenses. Dario Gimenez e Miguel Rocha fixaram o 8-4 final.

Com esta vitória, o Óquei de Barcelos isola-se no topo da classificação, com 36 pontos, mais um do que o Porto, na expectativa do que possa suceder no dérbi deste domingo entre Sporting e Benfica. Os leões têm de vencer as águias para regressarem à liderança, mesmo em igualdade pontual com os "galos".

O Braga mantém-se num incómodo 12º lugar, abaixo da linha de água, com 10 pontos, a dois do Riba d'Ave, 11º.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade