Notícia

Oliveirense vence Tomar no derradeiro acerto de calendário

Apr 04, 2021

A Oliveirense venceu o Tomar no último jogo em atraso da I Divisão e ficou a um ponto do quarto lugar do Benfica. Oliveirense e Benfica defrontam-se nos "quartos", mas só na última jornada se saberá quem tem "factor casa". #PrimeiraDivisão

Com o sexto lugar já certo há algumas jornadas e sem nada a ganhar ou a perder, o Tomar apresentou-se em Oliveira de Azeméis descomplexado e a contribuir para um jogo "entretido", com oportunidades junto de ambas as balizas e sem grandes problemas para os árbitros Pedro Figueiredo e Joaquim Pinto.

A Oliveirense assumiu desde cedo a iniciativa da partida, ainda que com boa resposta dos visitantes, em particular numa primeira parte em que só os Lucas marcariam...

O argentino Lucas Martínez só precisou de meio minuto em pista para marcar. Entrou aos 13 minutos e pouco depois foi presenteado com uma bola perdida. Sem oposição, fuzilou Francisco Veludo. O português Lucas Honório entrou para os derradeiros cinco minutos da primeira parte e, numa jogada de insistência, desfeiteou "Xevi" Puigbi para a igualdade a um que se registaria ao intervalo.

Lucas Honório assinou o 1-1 a três minutos do intervalo.

Na segunda parte, a Oliveirense, a mostrar boa dinâmica antes do fim-de-semana que decidirá quem avança para a Final Four da Liga Europeia, pressionou e criou inúmeras oportunidades.

Logo aos dois minutos, Marc Torra entrou pela esquerda, levando consigo Veludo, e serviu Pedro Moreira do lado contrário para um golo fácil.

Jordi Bargalló já rematou para o 3-1.

A 10 minutos do final, no culminar do período de maior pressão a desgastar uma equipa tomarense "curta" de banco (João Lomba e Hernâni Diniz não foram opção e Lucas Honório saiu cedo nesta segunda parte para se garantir coesão defensiva), Jordi Bargalló entrou com facilidade e, em picadinha, rematou para o fundo das redes.

Tomar tentou evitar derrota.

A Oliveirense descansou, esticou os ataques, e o Tomar procurou reduzir. Consegui-lo-ia de bola parada. Não no livre directo da 10ª falta (tentado por Lucas Honório, a quatro minutos do final), mas apenas no último minuto, numa grande penalidade de Rúben Sousa. Já tarde, apesar de ainda tentar um ataque a cinco, sem guarda-redes, para evitar a derrota.

Rúben Sousa reduziu de grande penalidade, mas já no último minuto.

Entre o quarto e o quinto

Com este triunfo, que ficará como o único triunfo caseiro da 17ª jornada, a Oliveirense fica a um ponto do Benfica e já é certo que águias e a equipa de Oliveira de Azeméis se defrontam nos quartos-de-final do play-off de decisão do título.

Na última jornada, a 17 de Abril, decide-se quem fica com o "factor casa". Em dois jogos grandes, a Oliveirense recebe um Porto que já garantiu o primeiro lugar, e o Benfica recebe um Óquei de Barcelos que quer segurar o segundo.

Quem terminar esta fase regular em quarto, joga primeiro fora nos "quartos", mas os segundo e terceiro jogos - de uma série à melhor de três - serão no seu reduto.

Classificação

1º Porto (63 pontos / 25 jogos)

2º Óquei de Barcelos (60 / 25)

3º Sporting (59 / 25)

4º Benfica (52 / 25)

5º Oliveirense (51 / 25)

6º Tomar (36 / 25)

7º Valongo (30 / 25)

8º Sanjoanense (26 / 25)

9º Juventude de Viana (26 / 25)

10º Famalicense (23 / 25)

11º Braga (23 / 25)

12º Turquel (21 / 25)

13º Riba d'Ave (18 / 25)

14º Os Tigres (10 / 25)

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade