Notícia

Festa de Viana, Turquel e Braga, desilusão em Famalicão

Apr 18, 2021

Ao cair do pano da fase regular, a Juventude de Viana garantiu a última vaga no play-off - que ficou definido - e Turquel e Braga asseguraram a manutenção. O Famalicense termina na zona de descida. #PrimeiraDivisão

Depois de 25 jornadas de intensidade, adiamentos e emoções, ainda havia muito por decidir na derradeira ronda da fase regular.

O Porto já garantira o primeiro lugar, mas, em Oliveira de Azeméis, confirmou a sua excelente segunda volta com uma vitória por 2-5. Com Tiago Rodrigues na baliza a defender tudo, os dragões chegaram ao intervalo a vencer por claros 0-4. Torra e Lucas Martinez ainda reduziram já estava decorrida mais de meia etapa complementar, mas até caberia a Reinaldo Garcia fechar as contas.

Depois de uma derrota pesada no Dragão Arena (8-2), a Oliveirense voltou a não ter argumentos e muito terá de ser estudado por Paulo Pereira e seus pupilos até que as duas equipas se voltem a encontrar na Final Four da Liga Europeia.

Sporting segundo

No João Rocha, o Sporting jogava pela subida ao segundo lugar e adiantou-se cedo, com um golo de Pedro Gil. A Sanjoanense repôs a igualdade, por Hugo Santos, mas os leões dispararam rapidamente para uma vantagem de 4-1.

Em busca da última vaga no play-off, a Sanjoanense reagiu, e reduziu para a margem mínima. No entanto, perto do intervalo, Ferran Font dilatava a vantagem e, após o reatamento, Platero e Gonçalo Nunes repuseram a vantagem de três golos. Não mais a Sanjoanense logrou aproximar-se, ainda que o jogo tivesse uns inusitados 16 golos, com o final 10-6 em que Gonçalo Nunes (hat-trick) foi o mais profícuo. Num jogo em que os leões alinharam com Zé Diogo na baliza, a Sanjoanense logrou bater o registo de golos marcados no João Rocha esta época. Antes, o Benfica marcara cinco e, de resto, ninguém marcara mais de três.

Benfica quarto

Sporting e Oliveirense estavam com os olhos nas suas pistas e os ouvidos na Luz. Aos leões interessava que o Óquei de Barcelos não ganhasse e à equipa de Oliveira de Azeméis que vencesse. Não podendo ficar os dois contentes, o Benfica faria sorrir o rival da Segunda Circular.

Dado o desaire da Oliveirense, o Benfica até se podia dar ao "luxo" de perder, mantendo o quarto lugar e a "vantagem casa" para os "quartos" frente precisamente à Oliveirense, mas as águias venceriam por 5-4.

Foi uma partida equilibrada, com poucos golos até aos quatro minutos finais. Ordoñez e Querido marcaram na primeira parte. O argentino fez também o segundo das águias e o também argentino Dario Gimenez fez o 2-2. Na recta final, não faltaram golos.

Miguel Rocha adiantou os minhotos, para a primeira vantagem da partida, e que valia o segundo lugar. Mas, já nos dois minutos finais, Ordoñez repôs a igualdade. Rocha respondeu de imediato com nova vantagem, respondendo agora Rampulla. Não servido a igualdade aos barcelenses, Rui Neto arriscou e, desta feita, perdeu. Lucas Ordoñez, a selar um poker, desequilibrou definitivamente a favor das águias.

Juventude de Viana no play-off

Pese o desaire da Sanjoanense no João Rocha, a Juventude de Viana ainda tinha de pelos menos pontuar em Almeirim para garantir o 8º lugar e uma vaga num play-off que lhe diz muito. No último play-off disputado em Portugal, em 2009, os vianenses estiveram na final.

A equipa de André Azevedo cumpriu, e desde cedo. Aos nove minutos já vencia por 0-3, mas, porque esta temporada mostrou uns Os Tigres que não desistem, era preciso desconfiar... No entanto, a temporada já terminara para o lanterna-vermelha, e esta longa pausa de três semanas antes da derradeira ronda deixou marcas. Os vianenses ainda ampliaram na primeira parte e na segunda confirmaram o triunfo com um 0-6 que até é o primeiro jogo da época sem golos sofridos.

Braga e Turquel asseguram manutenção

Na "guerra" pela manutenção, a "batalha" de Famalicão sorriu aos bracarenses. A equipa de Tó Neves venceu por 3-7, com Miguel Moura a assinar um hat-trick, e assegurava só por si a manutenção. O Famalicense, mesmo derrotado, só podia esperar que, em Valongo, o Turquel não vencesse. Mas a equipa da Aldeia do Hóquei triunfou por 1-2 e "agarrou-se" à I Divisão.

Quando o jogo terminou em Valongo, ainda havia minutos por jogar em Famalicão, e - a perder por quatro - o destino do Famalicense, que se junta na zona de descida a Riba d'Ave e Os Tigres, estava traçado.

O Turquel, no tudo ou nada, viu-se a perder aos três minutos e meio, numa grande penalidade de Guilherme Silva. O Valongo, confortável no seu 7º lugar, viu os pupilos de João Simões virarem em três minutos, com tentos de André Pimenta e Tiago Mateus e o Turquel segurou a sua vantagem nos 43 minutos que faltavam jogar... mesmo com uma quase paragem cardíaca a oito segundos do apito final.

Nova grande penalidade a favor do Valongo, voltou a colocar Guilherme Silva frente-a-frente com Diogo Almeida. Um golo do jogador que vai reforçar o Tomar empurrava o Turquel para a II Divisão... mas o remate saiu ao poste. E a festa foi alvinegra.

Tomar vence Riba d'Ave

Alheios às decisões de outras partidas, Tomar e Riba d'Ave defrontaram-se num jogo que nada decidia. O Tomar, 6º na classificação, venceu por 6-3, vingando a derrota da primeira volta.

Os nabantinos chegaram ao intervalo a vencer por tangencial 1-0, mas na etapa complementar dispararam para um avolumado 6-1. O Riba d'Ave, já condenado à zona de descida, ainda reduziu, com Gustavo Pato e João Pedro a baterem o guardião António Marante, chamado a defender a baliza nesta partida, mas a derrota estava selada.

Play-off e férias

Já no próximo sábado arranca o play-off de decisão do título para Porto, Sporting, Óquei de Barcelos, Benfica, Oliveirense, Tomar, Valongo e Juventude de Viana. No cruzamento, os melhores classificados jogam primeiro em casa, numa série que é à melhor de três.

Sanjoanense, Braga e Turquel entram já de férias - prolongadas, de pelo menos cinco meses - com a certeza de que na próxima temporada estarão novamente no convívio dos "grandes".

Também de férias, Famalicense, Riba d'Ave e Os Tigres começarão a preparar uma época no escalão secundário, ainda que a descida só seja confirmada quando estiverem cumpridos 75% dos jogos na II Divisão.

Para Riba d'Ave, já sem campeonato, ainda haverá o desafio europeu da Taça WSE, que Raul Meca Lopes terá dois meses para preparar...

26ª jornada

Tomar 6-3 Riba d'Ave

Sporting 10-6 Sanjoanense

• Os Tigres 0-6 Juventude de Viana

• Oliveirense 2-5 Porto

Benfica  5-4 Óquei de Barcelos

• Famalicense 3-7 Braga

• Valongo 1-2 Turquel

Apurados para o play-off

1º Porto (66 pontos)

3º Sporting (62)

2º Óquei de Barcelos (60)

4º Benfica (55)

5º Oliveirense (51)

6º Tomar (39)

7º Valongo (30)

8º Juventude de Viana (29)

Manutenção

9º Sanjoanense (26)

10º Braga (26)

11º Turquel (24)

Despromoção

12º Famalicense (23)

13º Riba d'Ave (18)

14º Os Tigres (10)

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade