Notícia

«Se não formos perfeitos, será difícil vencê-los»

May 07, 2021

Com a eficácia no ataque corrigida, o Benfica afastou a Oliveirense e prepara-se para defrontar o Porto. Para passar os azuis-e-brancos, as águias precisam de uma vitória no Dragão Arena, o que não acontece desde 2014. #Video #PrimeiraDivisão

O revés no primeiro jogo (1-2) "obrigou" o Benfica a vencer em Oliveira de Azeméis (1-6) para forçar a "negra". De regresso à Luz, o Benfica foi mais forte (7-3) e está nas meias-finais.

"A abordagem foi a mesma da segunda partida", apontou Alejandro Dominguez. Evitando que as posses de bola mais longas da Oliveirense acontecessem, foi necessário ajustar a "mira". "Corrigimos a eficácia no ataque", vincou o técnico argentino das águias.

O segredo para o triunfo esteve precisamente na eficácia ofensiva, mas não só. "A eficácia nas bolas paradas, a marcar e a defender, e a capacidade da equipa jogar em underplay", frisou, sublinhando também o carácter - e a intensidade e crença - da equipa. "Somos uma equipa que comete erros, mas temos um grande carácter, principalmente quando estamos unidos, quando lutamos juntos", realçou.

Agora, segue-se o Porto e, para se apurar, o Benfica terá sempre de vencer uma partida no Dragão Arena. Algo que as águias não conseguem - e que ninguém consegue para o Campeonato - desde Dezembro de 2014, ainda antes de Guillem Cabestany assumir o cargo de treinador.

"Estivemos perto, mas não conseguimos ganhar. A receita é jogar muito bem. Jogando muito bem é igual ser no Dragão Arena, aqui ou em Paço de Arcos. Jogando muito bem temos ferramentas para vencer em qualquer lugar", sublinhou Alejandro Dominguez.

Assumindo o comando técnico no arranque do ano civil de 2019, Alejandro Dominguez defrontou o Porto em cinco ocasiões, três delas no Dragão Arena e saldadas em três derrotas. O Porto venceu em 2018/19 por 5-3, terminando os dragões como campeões nacionais num título que ainda vigora. Na prematuramente concluída temporada de 2019/20, o Porto venceu tangencialmente por 4-3. Já esta época, na fase regular, em Janeiro último, os azuis-e-brancos triunfaram por 4-2.

"Vamos utilizar o pouco tempo que temos para recuperarmos e prepararmo-nos para fazer isso", definiu. O Benfica jogou quarta-feira ao fim da tarde e regressa à pista já este sábado ao meio-dia. Em busca da perfeição. "Frente ao Porto, se não formos perfeitos, será difícil vencê-los", analisou. "Temos de ser muito eficazes nas transições. Defensivamente quase perfeitos. É o que tem de ser, senão não passamos", alertou.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade