Notícia

Benfica entra letal e vence no Dragão

May 09, 2021

Uma inusitada vantagem de cinco golos aos 10 minutos lançaram o Benfica para uma vitória no Dragão que não acontecia desde 2014. O Porto reagiu, mas o arranque em falso foi fatal. #PrimeiraDivisão

As meias-finais do Campeonato Nacional da I Divisão arrancaram com 10 minutos daqueles que ficam para a Historia. Tudo saía bem ao Benfica, tudo corria mal ao Porto.

Logo num dos primeiros ataques das águias, no primeiro minuto, Diogo Rafael avançou pela zona frontal e, na sobra, Valter Neves inaugurou o marcador. Aos três minutos e meio, com Diogo e Valter novamente na jogada, Lucas Ordoñez fez o segundo. E, logo no lance seguinte, com Xavi Malián a ficar mal na fotografia, Valter Neves bisou para o 0-3.

Guillem Cabestany parou então o jogo, num desconto de tempo que, visto "a posteriori", tardou. E não resolveu. Aos sete minutos, Ordoñez ampliou para 0-4. E, no culminar de uma série de infelicidades, aos 10, Malián até parou o remate de Aragonés, mas a bola ressaltou caprichosamente nas pernas de Mena para o fundo das redes.

Para o Benfica, chegava. E começava outro jogo.

Os encarnados deixaram de se aventurar tanto nas saídas para o ataque e, apesar de ser o Porto a ter de pressionar, um empate a dois em faltas chegaria a um 2-9. Já à beira da 10ª, à entrada dos últimos cinco minutos da primeira parte, Gonçalo Alves antecipou um passe de Nicolia, interceptou e rematou cruzado e forte para o 1-5.

A dois minutos e meio do intervalo, Reinaldo Garcia fez o 2-5. Um minuto depois, Lucas Ordoñez cometeu a 10ª, mas Pedro Henriques, que estava em estado de graça nas bolas paradas, segurou também o remate - e recarga - de Gonçalo Alves.

Na segunda parte, o Porto regressou mais pressionante, mais sólido, mais compacto, mais veloz a trocar a bola. Mais aquele Porto que garantiu a vitória na fase regular. O Benfica de Alejandro Dominguez geria desde muito cedo os ataques, prolongando-os ao máximo. Na solidez das duas equipas, os golos surgiram de livre directo. Em três seguidos.

De um 9-14 em faltas, caiu primeiro a 15ª do Benfica, a 14 minutos do final. E, desta feita, Gonçalo não falhou, reduzindo para 3-5. Mas, logo depois, na 10ª dos azuis-e-brancos, o remate directo de Nicolia redundou no 3-6. Volvidos menos de dois minutos, azul a Rampulla, permitiu a Gonçalo Alves o terceiro da sua conta pessoal e o segundo de livre directo, para um 4-6 que, com uma dúzia de minutos para jogar, relançava a partida.

Manteve-se a toada que se impunha para as duas equipas, com o Porto a pressionar e o Benfica expectante, mas, a espaços, a visar a baliza de Maliàn. A oito minutos e meio do derradeiro apito, Edu Lamas libertou-se junto à tabela e serviu Diogo Rafael na esquerda, para um remate pronto, com pouco ângulo, para o 4-7 que seria um golpe de misericórdia nas aspirações dos dragões e um tónico para as águias encontrarem forças suplementares depois de um exigente terceiro jogo com a Oliveirense três dias antes.

Lucas Ordoñez ainda desperdiçou um livre directo e Carlo Di Benedetto reduziu para o 5-7 que seria final. Faltavam 20 segundos e deu para ver pouco mais do que novo livre directo, na 15ª falta do Porto, agora desperdiçado por Nicolia.

As equipas voltam a encontrar-se para esta meia-final no dia 22, também no Dragão Arena. Antes, podem defrontar-se no próximo fim-de-semana na final da Liga Europeia, caso ultrapassem Oliveirense (Porto) e Sporting (Benfica).

Porto 5-7 Benfica

Porto: Xavi Malián (gr), Reinaldo Garcia (1), Rafa, Gonçalo Alves (3) e Xavi Barroso [cinco inicial] e Ezequiel Mena, Poka, Giulio Cocco e Carlo Di Benedetto.

Benfica: Pedro Henriques (gr), Diogo Rafael (1), Valter Neves (2), Gonçalo Pinto e Lucas Ordoñez (2) [cinco inicial] e Sergi Aragonès (1), Edu Lamas, Carlos Nicolia (1) e Danilo Rampulla.

Cartão azul a Danilo Rampulla.

Marcha do marcador: 0-5, 2-5 (intervalo), 3-5, 3-6, 4-6, 4-7, 5-7.

Meia-final

• #1 • Porto 5-7 Benfica [0-1]

• #2 • Porto vs. Benfica • 22.Mai • 14h

• #3 • Benfica vs. Porto • 26.Mai

• #4 • Benfica vs. Porto • 29.Mai (se necessário)

• #5 • Porto vs. Benfica • 3.Jun (se necessário)

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade