Notícia

Sandrigo termina em 9º e já tem reforço para 2021/22

May 18, 2021

Foto de capa: Sandrigo Hockey 1968

Apesar da derrota na segunda mão em Valdagno, o Sandrigo de Diogo Neves garantiu o 9º lugar na Serie A1. E já garantiu o concurso de Jeronimo Garcia. O Valdagno, numa época atípica, termina em 10º depois de ter chegado a ser líder... #SerieA1

O Valdagno termina uma época muito atípica em 10º lugar. Mas em pista.

Até 9 de Janeiro, a equipa orientada por Diego Mir e que contou com André Centeno (de regresso a Portugal no fim da época, para o Óquei de Barcelos) somou 10 vitórias e apenas um empate e uma derrota. Rumores da mudança do técnico para o Porto, para suceder a Cabestany, marcaram a viragem. Seguiram-se nove jogos sem ganhar, com cinco derrotas e quatro empates. Depois, duas vitórias, dois empates e uma derrota nos derradeiros cinco jogos deixaram o Valdagno na "pré" para o play-off.

O play-off era uma oportunidade de ainda ganhar a temporada, mas um surto de CoViD-19 no Valdagno levaram-no a faltar ao primeiro jogo e a federação italiana ditou o afastamento. Mas, apoiados pelos restantes emblemas, teriam uma derradeira oportunidade, mesmo desfalcados e desportivamente impossível de aproveitar. A federação ditara a derrota por 10-0 no primeiro jogo e os "valdagnese" voltaram a perder, então em pista, por 1-6 e foram relegados para a discussão do 9º lugar.

Sandrigo em 9º

Com poucos jogadores disponíveis, o Valdagno acabara por ser presa fácil de um Sandrigo que vinha em crescendo até ter sido afastado pelo Montebello do play-off do título. Com o guarda-redes Giulio Checchetto, de 16 anos, na baliza do Valdagno, o Sandrigo venceu o primeiro jogo por 8-1, com destaque para hat-trick de Cacau. Alberto Pozzato bisou e Diogo Neves, Marc Vazquez e Paolo Scanavin assinaram os outros golos do conjunto de Franco Vanzo. Manu Mir, ainda com 17 anos, fez o tento de honra do Valdagno.

Este sábado, Manu Mir celebrou o 18º aniversário com dois golos, a que se juntaram os tentos de De Oro e Clodelli para chegar a uma vantagem de quatro golos. Nos últimos dois minutos, Diogo Neves e Alberto Pozzato reduziram para o 4-2 final.

Nesta segunda fase da Serie A1, Diogo Neves juntou três golos aos 24 que assinara na primeira. Tantos como André Centeno, que, nesta fase final, não foi a jogo...

Sandrigo 2021/22 com "Jero" Garcia

Entretanto, o Sandrigo continua a anunciar a composição do plantel para a próxima temporada. De saída estão o catalão Marc Vazquez e o guarda-redes Cristian Gasparotto, tendo o emblema da região do Vêneto garantido a continuidade do português Diogo Neves e de Marc Pallares, Alex Menin, Alberto Pozzato, Mauro Dal Monte, Cacau e do capitão Marco Poletto.

No que a reforços diz respeito, foi anunciado o argentino Jeronimo Garcia, figura do Correggio.

O argentino de 22 anos chegou em 2019 a Itália para representar o Sarzana - colmatando a saída do então MVP da Serie A1, Danilo Rampulla - e apontou 15 golos na sua primeira época, incompleta devido à pandemia. No último defeso mudou-se para o Correggio e fechou esta temporada com 26 golos apontados na fase regular e mais um na fase final, sagrando-se melhor marcador da equipa, com mais nove tentos que o treinador-goleador Mirko Bertolucci.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade