Hoje na Imprensa!

Mercado a mexer e racismo para erradicar

Mar 02, 2015

Foto de capa (esq): O Jogo

Foto de capa (dir): A Bola

As saídas do Porto continuam a ser notícia nas edições dos desportivos nesta segunda-feira, 2 de Março.

Desta feita, A Bola notícia o interesse da Oliveirense em Tó Neves - que saiu da equipa de Oliveira de Azemeis para os azuis-e-brancos - e em Ricardo Barreiros, que foi aposta do treinador no FC Porto.

A Bola dá igualmente conta da continuidade dos guarda-redes Xavi Puigbi e Diogo Almeida e dos jogadores de pista Nelson Pereira e Martin Montivero. Albert Casanovas também é aposta, podendo continuar no projecto apesar de outras propostas que tem em mão.

No Record nota para o resultado do jogo em atraso dos 16-avos de final da Taça de Portugal entre Juventude Pacense e Marítimo SC, com a vitória da equipa de Paços de Ferreira por 4-1. A Juventude Pacense irá receber o Candelária nos oitavos-de-final.

Também o Benfica

O Jogo dá conta do ingresso de Jordi Adroher. Depois de A Bola ter adiantado o nome do internacional espanhol como um "sonho impossível" de Pedro Nunes e do Benfica, O Jogo dá como certa a aquisição de Adroher (ex-Breganze) para o lugar de Carlos Lopez. Como apoio à peça, é dada nota da conquista da Taça do Rei pelo Vic.

Adroher venceu este domingo a Taça de Itália pelo Breganze. A equipa treinada por Guillem Cabestany e que conta com o português Sérgio Silva venceu com um golo de ouro de Cacau depois de um empate a três conseguido a minuto e meio segundos do fim do tempo regulamentar de livre directo. Marcou Adroher.

Racismo

Nem sempre o hóquei em patins ou o desporto em geral é notícia pelos melhores motivos. As edições d'A Bola e do Record chamam para as suas últimas páginas um episódio de racismo com o treinador dos sub-17 do Sporting no Pavilhão da Luz no último sábado. No derby que terminou com a vitória dos encarnados por 9-4, o treinador João Baltazar foi insultado por um adepto com as cores do Benfica num acontecimento reprovável, perpetrado por alguém que, tão cobardemente como abordou o técnico leonino, fugiu, não sendo identificado no local pelas autoridades. O técnico reagiu ao insulto e acabaria "bem expulso" - reconheceu - pelo árbitro do encontro.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade