Notícia

Não convocados

Dec 22, 2021

Anunciados como parte das equipas principais de Porto, Sporting e Benfica, Hugo Santos, Filipe Martins e Sergi Aragonès - com motivos diferentes - vão sendo preteridos e 'esquecidos' nas convocatórias de plantéis alargados. #PrimeiraDivisão

O Sporting de Paulo Freitas trouxe ao Hóquei em Patins um paradigma de plantel alargado, com 10 jogadores de pista cotados a competirem por oito lugares na convocatória. E, matematicamente e inevitavelmente, dois a ficarem na bancada.

Para esta nova temporada, os leões mantiveram a aposta em 12 jogadores. De certa forma. Houve três saídas e duas entradas (Henrique Magalhães e João Almeida) e a chamada do júnior Filipe Martins.

No Benfica, o também júnior Zé Miranda juntou-se a outros 11 jogadores (número com que Alejandro Dominguez trabalhou na pretérita temporada) face ao claro condicionamento de "não seleccionáveis". Contando com seis "estrangeiros", apenas cinco podem ser chamados regulamentarmente por Nuno Resende.

Os dragões, depois da relutância de Cabestany, apostam agora num 11º jogador. Já com os 10 escolhidos, Hugo Santos regressou de empréstimo à Sanjoanense em busca de oportunidades que não teve em 2018 e 2019.

Campeão na prateleira

O caso mais estranho de pouca utilização será o de Sergi Aragonès, no Benfica.

Na Elite Cup, o catalão que chegou no defeso de 2020 não esteve na primeira partida, mas estaria nas outras duas. Depois falhou os três primeiros jogos do Campeonato, para ser chamado, consecutivamente, a quatro partidas entre 5 e 21 de Outubro. E não mais foi opção.

Campeão da Europa e preterido no Benfica: a ingrata temporada de Aragonès.

Campeão da Europa na pausa para o respectivo Europeu, Aragonès é o único campeão de selecções absolutas em título do plantel dos encarnados, mas, nem erguendo o troféu e com participação activa na conquista espanhola, voltou a ser opção para Nuno Resende para o campeonato.

Nem na recente deslocação a Nafarros, para a Taça de Portugal. Mesmo com Edu Lamas ausente para o compromisso frente à equipa da III Divisão, foi chamado o júnior Tiago Sanches, desconhecendo-se qualquer lesão a Aragonés até porque, no caso de lesão de Pablo Alvarez, foi emitido pelo emblema da Luz um "boletim clínico" e para o "todo-o-terreno" de 25 anos (feitos no início deste mês) não...

Sem oportunidades

Campeão do Mundo de Sub-20 em 2017, Hugo Santos chegou ao Porto em 2018 depois de rescindir com o Benfica, como uma promessa em ascensão. Mas o espaço nas equipas grandes dificilmente é conquistado por jovens jogadores e, após uma temporada de 2018/19 com poucos minutos, o arranque da temporada não prometia nada de diferente e Hugo Santos acabou por ser emprestado à Sanjoanense.

Hugo Santos é presença habitual nos aquecimentos pré-jogo, mas as oportunidades nos 10 tardam...

Regressou este ano ao Dragão, na expectativa de que Ricardo Ares lhe desse os minutos que ambiciona, mas o talentoso atacante de 21 anos foi chamado a apenas um jogo - em Turquel, a 25 de Setembro - dos 18 oficiais (entre Elite Cup, Campeonato e Intercontinental) realizados pela equipa principal.

Entretanto, participou em sete jogos na sempre competitiva Zona Norte da II Divisão pela equipa "B" - que é palco também para os pouco utilizados Carlos Ramos ("Carlitos") e Tiago Rodrigues - e soma 13 golos, mais de um terço dos 38 conseguidos pelo conjunto orientado por João Lapo.

Dar tempo ao tempo

Diferente é o caso de Filipe Martins. Foi anunciado como jogador da equipa principal do Sporting quando tinha apenas 16 anos (completou 17 em Outubro) e falhou a preparação na pré-temporada e a presença na Elite Cup devido à participação - e conquista - no Campeonato da Europa de Sub-19.

Com 14 golos apontados pela equipa "B" na Zona Sul B da III Divisão, Filipe vai esperando uma oportunidade para ser um dos oito jogadores de pista chamados a jogo por Paulo Freitas. Com outros nove, mais experientes, a correrem pelo mesmo objectivo, e com lesões ou castigos a serem pontuais (não condicionando mais do que um jogador), a não chamada de Filipe acaba por ser natural.

Mais distribuído em Oliveira de Azeméis

Também em Oliveira de Azeméis, a opção foi por um plantel mais alargado, mas Paulo Pereira tem logrado dar mais tempo aos seus 11 jogadores.

Nas 17 partidas oficiais realizadas, o menos chamado é o argentino "Tato" Ferruccio, mas ainda assim foi chamado a 11 partidas, sendo que apenas Franco Platero, Lucas Martinez e Xavi Cardoso são totalistas.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade