Notícia

Regresso com três jogos (não haja mais surtos...)

Jan 07, 2022

Foto de capa: Óquei Clube de Barcelos

O Nacional da I Divisão regressa este fim-de-semana apenas com três jogos (se correr bem...), mas com um Clássico entre Óquei de Barcelos e Porto, os dois primeiros, que coloca à prova o registo caseiro perfeito dos barcelenses. #CoViD19 #PrimeiraDivisão

No regresso do Campeonato Nacional da I Divisão 23 dias depois do Benfica ter acertado calendário com o Marinhense, há já quatro das sete partidas da 14ª jornada, primeira da segunda volta, adiadas, sendo impossível garantir até ao início dos três jogos "resistentes" que os adeptos possam mesmo desfruir destas partidas...

Entre os jogos que, para já, vão fintando a proliferação do vírus pandémico, natural destaque para o Clássico entre Óquei de Barcelos e Porto. E seria assim, mesmo que não houvesse qualquer adiamento, visto que no Municipal de Barcelos se defrontam os dois primeiros da classificação, separados por quatro pontos.

No arranque da segunda volta, o Óquei de Barcelos recebe pela primeira vez um dos (outros) candidatos ao título, e logo o líder - e recente vencedor da Taça Intercontinental - Porto, num sério teste a um registo caseiro perfeito da equipa orientada por Rui Neto.

Os barcelenses realizaram na primeira metade da fase regular sete jogos em casa e venceram os sete, sendo que apenas o tangencial triunfo sobre o Tomar foi por menos de três golos. A recepção aos dragões é um teste sério, mas o Óquei de Barcelos já demonstrou esta temporada talento para "bater o pé" à equipa de Ricardo Ares. Se, para o campeonato, a derrota pela diferença mínima no Dragão Arena (4-3) até ficou marcada por queixas da arbitragem, na semana antes os barcelenses tinham reclamado de forma clara o primeiro troféu da temporada, vencendo o Porto na decisão da Elite Cup por 6-3.

O Clássico terá arbitragem de Rui Torres e Silvia Coelho, os mais chamados a jogos da I Divisão dos conselhos regionais de arbitragem de, respectivamente, Minho e Porto. O minhoto Rui Torres é mesmo um dos três árbitros mais recorrentes na categoria máxima, a par dos lisboetas João Duarte e Ricardo Leão. Os dois árbitros, que estiveram no último "dérbi capital", têm compromissos este sábado, mas Ricardo na Parede (com Paulo Gonçalves) e João no João Rocha (com João Catrapona).

Rui e Silvia apitam pela segunda vez em dupla para o Campeonato, uma volta inteira depois de terem arbitrado o duelo entre Braga e Paço de Arcos da ronda inaugural. É a terceira vez que cada um deles arbitra o Óquei de Barcelos, sendo que Rui Torres apitou também já duas vezes o Porto e Silvia apenas uma.

Outros jogos

Antes do Clássico agendado para domingo, há dois jogos previstos para este sábado.

O Valongo (7º) visita o Sporting (4º) a 10 pontos de distância, mas depois de ali ter logrado um empate (3-3) em Março último, na fase regular da pretérita edição da prova. Já este ano, as equipas defrontaram-se em Valongo, num jogo ganho com dificuldades pelo Sporting por 3-5. A partida ficaria marcada por uma confusão generalizada que deu origem a um processo que, quase quatro meses depois, continua por ter decisão publicada.

Na Linha de Cascais, o Parede (12º) recebe a Juventude de Viana (11º) numa disputa para ver quem fica acima da linha de água. O Parede soma nove pontos e está na zona de descida, mas a apenas um ponto dos vianenses.

A navegar em águas que não desejaria, a Juventude de Viana, a meio de Dezembro, trocou André Azevedo por uma dupla técnica para o resto da temporada, constituída por Rodrigo Sousa e Reinaldo Ventura. Será a estreia para o Campeonato, depois de um complicado primeiro jogo para a Taça de Portugal, no Entroncamento, mas que redundou no apuramento para os 16-avos-de-final.

Entre os jogos da 14ª jornada que não se realizarão este fim-de-semana, destaque para a estreia adiada de Guillem Pérez à frente do Turquel. De regresso aos bancos nacionais quase cinco anos depois de ter deixado o Sporting, o técnico catalão tinha estreia agendada com o Tomar na Aldeia do Hóquei, mas deverá ter o "baptismo" apenas a 15 de Janeiro, no Dragão Arena, na casa do líder Porto.

14ª jornada

• Parede vs. Juventude de Viana • 8.Jan • 18h • Ricardo Leão e Paulo Gonçalves

• Sporting vs. Valongo • 8.Jan • 21h • João Duarte e João Catrapona

• Óquei de Barcelos vs. Porto • 9.Jan • 15h • Rui Torres e Silvia Coelho

• Paço de Arcos vs. Braga • 19.Jan • 21h

• Sanjoanense vs. Benfica • 20.Jan • 21h

• Turquel vs. Tomar • 15.Mar • 21h

• Marinhense vs. Oliveirense • data a definir

Jogos em atraso

• Marinhense vs. Parede • 19.Jan • 21h

• Valongo vs. Tomar • 26.Jan • 21h

• Sporting vs. Juventude de Viana • data a definir

Classificação

1º Porto (34 pontos), 2º Óquei de Barcelos (30), 3º Oliveirense (29), 4º Sporting* (28), 5º Benfica (27), 6º Tomar* (21), 7º Valongo* (18), 8º Braga (18), 9º Paço de Arcos (17), 10º Marinhense* (10), 11º Juventude de Viana* (10), 12º Parede* (9), 13º Turquel (4), 14º Sanjoanense (3)

*menos um jogo

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade