Notícia

Sem euforias, sem dramas

Mar 08, 2022

No rescaldo do Clássico, Nuno Resende sublinhou uma exibição quase perfeita do Benfica, mas a recuperação continua. Ricardo Ares, na liderança, relativizou uma derrota que não belisca os objectivos do Porto. #Declas #Video #PrimeiraDivisão

O Benfica venceu o Porto por 4-1 com uma exibição sólida e somou o 12º jogo consecutivo (com 11 vitórias e um empate) sem perder, fazendo esquecer um início de temporada muito aquém das expectativas.

O bom momento das águias granjeou o reconhecimento e apoio dos adeptos que, para Nuno Resende, valerá mais no que resta da temporada do que estes três pontos somados. O Benfica, com 43 pontos e menos um jogo, aproxima-se do Porto (49 pontos), mas segue em 4º lugar, atrás também de Óquei de Barcelos (48) e Sporting (44).

Apenas mais uma semana de fase regular

Foi com a tranquilidade da liderança que Ricardo Ares surgiu na sala de imprensa para analisar a partida frente ao Benfica.

Reconhecendo um adversário que foi "mais intenso", o técnico basco frisou que esta não é altura decisiva da época e que os objectivos se mantêm intactos.

A liderança está presa por um ponto, com o Óquei de Barcelos no encalce, mas a posição cimeira vai - naturalmente - mantendo Ares satisfeito.

Mais do que três pontos

Para Nuno Resende, longe estão os dias em que via lenços brancos na Luz, num arranque de temporada mal conseguido. Este sábado, os adeptos encarnados foram claramente uma mais-valia e o técnico reconheceu a importância do regresso desse apoio.

Em jogo jogado, o técnico encarnado destacou uma exibição quase perfeita, defensivamente apenas manchado pela desatenção no golo azul-e-branco. Ofensivamente, Maliàn terá impedido um resultado ainda mais avolumado.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade