Notícia

Bassano 'fecha' Miguel Viterbo para a próxima temporada

Mar 18, 2022

Com Luís Nunes como treinador interino, o Bassano já acertou com Miguel Viterbo a ligação para a próxima época. O novo técnico já sabe que não contará com Federico Ambrosio, que regressa ao Forte. #Mercado #SerieA1

Em Dezembro, o Bassano demitiu Roberto Crudeli e garantiu que o português Luís Nunes ("Cenoura"), que estava na equipa "B", conduziria a equipa até ao final da época, numa espécie de gestão interina.

Entretanto, já a trabalhar para a próxima temporada, os "giallorossi" chegou a acordo com outro português, Miguel Viterbo, numa "pausa sabática" desde que o Valongo abdicou dos seus serviços em 2020.

Viterbo, que completa 45 anos em Agosto, pendurou os patins em 2014 como capitão de um Valongo campeão nacional. Defendera os valonguenses como jogador entre 2009 e 2014, ao longo de cinco temporadas, e não tardou a regressar. Em Janeiro de 2016, após a saída de Paulo Pereira, foi chamado para assumir as rédeas de uma equipa já delapidada de alguns dos seus campeões. E ficou até 2020.

Responsável - e sem receio - pelo lançamento de vários jovens, conduziu, em 2018, o Valongo à final da Taça de Portugal, a única na história do emblema. Perderia, no prolongamento, para o Porto.

No defeso em 2020, o Valongo, de forma algo surpreendente, optou por mudar de rumo, abdicando de Viterbo e chamando Edo Bosch para o seu lugar.

Depois de duas temporadas afastado, Miguel Viterbo vai encontrar um Bassano que investiu muito, mas, para já, sem retorno. Afastado nos quartos-de-final da Taça, vergado a um "pesado" 6-0, o Bassano é "apenas" 5º na Serie A1 findas 21 jornadas, com 38 pontos, cinco atrás do Forte (4º) e cinco à frente do Valdagno (6º). Mas o lugar no play-off está praticamente garantido.

O Bassano tem na sua história dois "scudettos" conquistados, ambos com ligações a Portugal. Em 2004, sagrou-se campeão às ordens de Carlos Dantas e, em 2009, o técnico italiano Franco Vanzo contava com Sérgio Silva.

Ambrosio regressa a Forte dei Marmi

O principal investimento para a presente temporada foi no italo-argentino Federico Ambrosio, há muitos anos um garante de golos na Serie A1. Esta época, Ambrosio conta 23 golos em 19 jogos na Serie A1 e já é certo o retorno... financeiro.

Independentemente do retorno desportivo, com os golos que ainda venha a marcar no Bassano, o atacante está de malas feitas para voltar ao Forte, que, com um novo fôlego económico, pagará a cláusula de Federico Ambrosio. No último defeso, a equipa toscana - a única equipa transalpina sócia da elitista EHCA - já investiu fortemente para ter Pedro Gil e Marc Gual e para "roubar" Domenico Illuzzi ao Lodi.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade