Notícia

Bassano demite Crudeli e 'Cenoura' pega na equipa

Dec 14, 2021

O Bassano anunciou que prescinde do técnico Roberto Crudeli, sendo interinamente substituído pelo português Luís Nunes. O Bassano apostou forte para a presente temporada, mas soma 'apenas' cinco vitórias em nove jogos. #Mercado #SerieA1

Depois de um empate a dois em Correggio, o Bassano anunciou a saída do técnico Roberto Crudeli.

Crudeli chegou aos "giallorossi" (e, com ele, o investidor uBroker) em 2020 para um projecto ambicioso. Chegaria às meias-finais do play-off e novo investimento no reforço da equipa - com a chegada, por exemplo, do goleador Federico Ambrosio - alimentavam altas expectativas.

Mas, a uma derrota em Grosseto na 3ª jornada seguiu-se nova derrota, em casa, com o recém-promovido Vercelli, e depois um empate em Montebello. A equipa treparia na classificação com mais três vitórias, mas todas tangenciais e muito aquém da ambição do clube. Este domingo, novo empate, com o penúltimo da classificação e pese não ter contado com o profícuo italo-argentino Ambrosio, precipitaria a decisão de abdicar de Crudeli.

O comando técnico será entregue interinamente a Luís Nunes, acumulando com a equipa "B" (na Serie A2) que já orientava. O português, tal como em 2019, é solução de recurso e deverá orientar a equipa principal pelo menos nas importantes partidas com Forte (19 de Dezembro) e Trissino (22).

O "Cenoura", como é conhecido no Hóquei em Patins, é irmão de Sérgio Nunes e tio de Hélder Nunes e está há muito radicado em Itália. Na sua missão de revitalizar o Bassano, a principal tarefa será a de olear o ataque, que, com muitos argumentos (Ambrosio, Coy, Cancela...), soma apenas

31 golos marcados nas nove partidas, sendo o apenas o 7º melhor ataque da prova.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade