Notícia

«Mais respeito pelo adepto e pela modalidade»

Mar 24, 2022

A Kaos Barcelense emitiu um comunicado de 'descontentamento' sobre o horário da meia-final que opõe o Óquei de Barcelos ao Porto. As meias-finais jogam-se numa sexta-feira, algo que, desde que há Final Four, nunca acontecera. #TaçaDePortugal #Comunicado

Em Sintra, a 29 de Junho de 1996, depois de uma vitória do Porto sobre a Oliveirense por 5-4, Tó Neves erguia a Taça de Portugal. Num sábado.

Foi a última edição da "prova rainha" que não foi decidida em Final Four e a última que terminou num sábado. Depois de 23 finais ao domingo, a Taça voltará a ser decidida ao sábado. E as meias-finais são, inusitadamente, numa sexta-feira.

Inicialmente calendarizada para 9 e 10 de Abril, a Final Four da Taça de Portugal foi antecipada - sem justificação tornada pública - um dia. A tal poderá não ser alheio o facto das cinco mais fortes equipas nacionais participarem, a partir de dia 11, na oficiosa Golden Cup, na Corunha. E quatro dessas equipas lograram o apuramento para as meias-finais.

Depois de 1996, há 26 anos, a Taça de Portugal é decidida em Final Four, com "meias" ao sábado e final ao domingo. Até este ano.

Na busca de um lugar na final, o sorteio ditou que a Oliveirense defronta a partir das 20h de sexta-feira, dia 8, o Benfica. Antes, Porto e Óquei de Barcelos entram em pista às 17h. O horário levou à indignação da Kaos Barcelense, reconhecido grupo de apoio à equipa minhota, em comunicado transcrito abaixo.

A claque que "incendeia" (no bom sentido) a "Catedral" e que abrilhantou, por exemplo, a final da Elite Cup expressa o seu "descontentamento e o desagrado", referindo que o horário escolhido para a primeira meia-final, num dia de semana, "não é de todo uma boa solução para cativar o público". Prometendo não desistir de "mobilizar esforços" para garantir a "presença em massa", a claque pede "mais respeito pelo o adepto em si e pela modalidade".

Comunicado da Kaos Barcelense

A Kaos Barcelense vem por este meio demonstrar publicamente o descontentamento e o desagrado pelo horário da meia final da Taça de Portugal, em hóquei em patins, na qual o nosso clube está inserido.

Ao fim de dois anos de interregno, devido à pandemia que atravessamos, a modalidade sofreu um revés na sua promoção. Sendo imperativo aplicar rapidamente soluções e projectos adequados para promover o hóquei em patins. De modo, a cativar mais adeptos e praticantes para que o futuro da modalidade seja garantido e promissor.

Independentemente do que o sorteio ditou, marcar uma meia de final de uma competição, que tem obrigação de promover a modalidade, para uma sexta-feira às 17:00h, não é de todo uma boa solução para cativar o público e atingir os objetivos propostos.

Acreditamos, que todos os adeptos têm um papel preponderante na promoção da modalidade. A magia vinda das bancadas é um atrativo para entusiasmar e seduzir, até os mais céticos, a acompanhar os jogos e a modalidade em si.

Com esta decisão da entidade responsável pela organização da Taça de Portugal, devido a uma competição amigável, que se iniciará na semana seguinte, estamos inquietos se o grande jogo que decorrerá dentro de rinque, vai ter o público merecedor.

Contudo, mais uma vez, a Kaos Barcelense irá mobilizar esforços para fazer o que nos cabe e garantir a nossa presença em massa para apoiar o Maior de Portugal porque a nossa paixão supera qualquer impedimento e obstáculo que surja!

Por fim, pedimos mais respeito pelo o adepto em si e pela modalidade, porque nenhum sobrevive sem o outro!

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade