Notícia

«Festejar o momento e estarmos orgulhosos do que fizemos»

Apr 13, 2022

Com um triunfo em França, o Tomar garantiu um lugar na Final Four da Liga Europeia. Nuno Lopes será o 'representante dos treinadores portugueses', constata, na decisão da prova. #Declas #Video #Euroleague

A vitória por 2-4 na pista do La Vendéenne é o culminar de uma caminhada histórica do Tomar.

Há dois anos, os tomarenses estavam na II Divisão. Na pretérita temporada, chegaram ao play-off. Este ano, com outros a optarem por não marcarem presença na mais importante prova de clubes do Mundo, estrearam-se na Liga Europeia. E, depois de uma fase de grupos sem derrotas, estão na Final Four.

No final da partida em França, o treinador Nuno Lopes estava naturalmente satisfeito e, pese a ausência de Guilherme Silva, condicionado fisicamente, destaca a boa prestação da equipa.

O primeiro lugar no grupo A ficou mesmo "preso" por quatro minutos, mas Nuno Lopes não guarda "mágoa" da reviravolta do Trissino em Lodi, até porque, sublinha, a equipa de Alessandro Bertolucci ainda não perdera com o Lodi esta época.

O momento era de celebração e o técnico não esconde que a preparação será "canalizada" para o fim-de-semana de 14 e 15 de Maio, quando a Final Four terá lugar em Torres Novas. "É o único título que podemos ganhar", aponta Nuno Lopes, para quem o campeonato é "difícil", ainda que prometa estar na luta.

Como para a Taça de Portugal, a Federação de Patinagem de Portugal continua a ignorar a presente edição da Liga Europeia no seu calendário e, ao contrário de outros anos em que o campeonato não é jogado no fim-de-semana da Final Four, tem jornada agendada para 14 de Maio, o primeiro jogo dos quartos-de-final do play-off.

"Coincidindo, com certeza vai haver alterações no calendário. Queríamos também estar presentes na Taça de Portugal, não conseguimos estar presentes porque coincidia com a Liga Europeia, e optámos por vir à Liga Europeia. Não me façam agora optar por outra coisa que não a Liga Europeia, como é lógico", graceja.

Já vencedor de um troféu europeu [a Taça CERS, em 2015, pelo Sporting], Nuno Lopes vinca o valor dos adversários na decisão e constata que será "a representação portuguesa na Liga Europeia dos treinadores", ao lado do catalão Edo Bosch e dos italianos (e irmãos) Alessandro e Mirko Bertolucci.

Para o campeonato, o Tomar regressa à pista esta sexta-feira, em jogo em atraso da 21ª jornada, frente ao Valongo. Será um duelo entre as duas equipas que tentarão manter o troféu da Liga Europeia em Portugal em Maio, sucedendo ao Sporting.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade