Notícia

Fase regular da Serie A1 fechada

Apr 14, 2022

Chegou ao fim a fase regular da Serie A1, com o triunfo confirmado do Trissino. Ainda há dois lugares por decidir nos quartos-de-final, numa ronda preliminar, e o play-off arranca a 30 de Abril. Mas ainda ninguém vai de férias. #SerieA1

Já se sabia que o Trissino terminaria a fase regular da Serie A1, mas os derradeiros jogos desta primeira fase - a última dos grandes campeonatos a começar, mas a primeira a terminar - encerravam em si algumas decisões.

No fecho, o Trissino somou a 21ª vitória em 26 jogos, terminando com 10 pontos de vantagem sobre o 2º classificado (Lodi), o melhor ataque (162 golos marcados), melhor defesa (62 golos sofridos) e um ponto de exclamação nesta derradeira ronda de um pesado 2-19 em Matera que fica como o jogo com a maior diferença de golos (17) na fase regular, superando o 19-3 da primeira volta entre as duas equipas. Esse ficará para a história da temporada como o jogo com mais golos (22), numa fase marcada por um tão raro nulo, entre Montebello e Follonica.

O derradeiro jogo do Trissino contou com seis golos do ex-portista Giulio Cocco, que assim termina a fase regular com a impressionante soma de 45. No entanto, Jordi Mendez logrou ainda melhor. O catalão do Lodi marcou 51 golos, ficando em branco em apenas duas das 26 partidas realizadas no campeonato. Curiosamente, as duas frente ao Trissino, que se diz já terá assegurado o concurso de Mendez para a próxima época.

O Lodi termina em 2º com apenas um ponto de vantagem sobre o Follonica e dois sobre o Forte. O Follonica de Sérgio Silva segurou o lugar no pódio depois de uma vitória por 1-2 em Bassano, já com Miguel Viterbo no comando.

A equipa de Sérgio Silva já sabe que defrontará nos quartos-de-final o Valdagno - depois do duelo nas "meias" da Taça WSE -, que teve a melhor recta final da Serie A1, com nove jogos sem derrotas, contando-se entre estes seis vitórias. Também já certo é o embate entre Forte e Bassano (5º).

Por conhecer ficam os adversários de Trissino e Lodi. Os 9º e 10º classificados têm em Itália uma derradeira oportunidade de chegar ao play-off, defrontando, a duas mãos (20 e 23 de Abril), respectivamente, os 8º e 7º classificados. O Grosseto defrontará o Sarzana para definir o adversário do Lodi e na corrida ao embate com o Trissino estão Vercelli e Montebello.

O Montebello, equipa do português Nuno Paiva, não conseguiu evitar esta "preliminar" apesar da boa recta final. O seu registo de sete jogos sem perder (com cinco vitórias), foi apenas superado pelo já referido registo do Valdagno.

Definidos todos os embates, os quartos-de-final arrancam a 30 de Abril para um play-off que, se chegar ao quinto jogo da final, tem epílogo previsto para 18 de Junho.

Na sempre delicada questão da manutenção, em Itália não se vai de férias com o fim da fase regular.

O Sandrigo do português Diogo Neves (que, com 31 golos, fechou a fase regular "ex aequo" em 7º na lista de marcadores), Monza, Correggio e Matera vêem os seus pontos divididos ao meio para disputarem um minicampeonato a seis jornadas entre si, a arrancar a 23 de Abril e a terminar a 28 de Maio. Os dois piores classificados descem à Serie A2.

Classificação

1º Trissino (64 pontos), 2º Lodi (54), 3º Follonica (53), 4º Forte (52), 5º Bassano (45), 6º Valdagno (44), 7º Grosseto (39), 8º Vercelli (37), 9º Montebello (36), 10º Sarzana (36), 11º Sandrigo (26), 12º Monza (22), 13º Correggio (15), 14º Matera (0)

Play-off

Quartos-de-final (melhor de três)

• QF1 • Trissino vs. Vercelli ou Montebello

• QF2 • Lodi vs. Grosseto ou Sarzana

• QF3 • Follonica vs. Valdagno

• QF4 • Forte vs. Bassano

Meias-finais (melhor de cinco)

• MF1 • Vencedor QF1 vs. Vencedor QF4

• MF2 • Vencedor QF2 vs. Vencedor QF3

Final (melhor de cinco)

Vencedor MF1 vs. Vencedor MF2

Play-out

Classificação

1º Sandrigo (13 pontos), 2º Monza (11), 3º Correggio (8), 4º Matera (0)

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade