Viterbo é para já, a pensar no play-off

O Bassano já garantira Miguel Viterbo para a próxima temporada, mas a chegada - e entrada em funções - do técnico português foi antecipada. Viterbo estreia-se, ainda ao lado de Luís Nunes, este sábado frente ao Lodi.

Viterbo é para já, a pensar no play-off

Era já certo para a próxima temporada, mas Miguel Viterbo vai "entrar ao serviço" em Bassano mais cedo.

O ex-treinador do Valongo estará já no banco este sábado, frente ao Lodi, ainda ao lado de Luís Nunes, no que será uma passagem de testemunho a dois jogos do play-off.

O Bassano é actualmente 5º, com 44 pontos, na fase regular da Serie A1, faltando apenas defrontar este sábado o Lodi (actual 2º) e, no fecho da fase regular, no dia 13, receber um Follonica (actual 4º, mas com um jogo a menos) também com treinador português, Sérgio Silva.

Depois, segue-se um play-off em que tudo pode acontecer.

Terceiro treinador da época

O Bassano apostou forte para esta época, mas os resultados estão aquém do esperado.

Roberto Crudeli saiu ao fim de nove partidas, com 17 pontos somados e com 31 golos marcados e 25 sofridos. Sucedeu-lhe, em Dezembro, Luís Nunes, até então treinador da equipa "B" e assumidamente num papel de transição.

Com o "Cenoura" ao leme, o Bassano não melhorou. Luís Nunes começou com uma excelente vitória por 5-2 sobre o Forte, e os "giallorossi" marcam agora mais golos, com 5.1 por jogo em vez de 3.4, mas também descuram mais a rectaguarda, sofrendo 4.2 por partida em vez de 2.8. Em termos de pontos somados por jogo, manteve-se marginalmente a média, com 1.8 de Luís Nunes contra os 1.9 de Crudeli.

Luís Nunes dirigiu o Bassano em 15 partidas da Serie A1 e uma da Coppa Italia e orientará ainda a equipa este sábado, então já com Viterbo ao lado, a conhecer "os cantos à casa". De olho no play-off e na próxima temporada.

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny
Outros artigos do dia
Marinhense perde na secretaria (depois de perder em pista)

Marinhense perde na secretaria (depois de perder em pista)

O Marinhense foi punido com derrota por 0-10 frente à Oliveirense por utilização irregular do 'reforço de Inverno' Manuel Neves. Pontualmente, nada muda, dado que a equipa de Oliveira de Azeméis vencera por 0-3.