Sporting vence em Famalicão no arranque da 7ª jornada

Após uma primeira parte que redundou em igualdade, o Sporting foi pragmático e seguro na etapa complementar e passou o teste na pista do Famalicense. Os leões igualam o Benfica, que só joga esta quinta-feira, no topo da classificação.

Sporting vence em Famalicão no arranque da 7ª jornada

O Sporting venceu o Famalicense por 2-5 e alcançou o Benfica, que joga esta quinta-feira em Barcelos, no topo da classificação.

Foi uma primeira parte dividida, num jogo em que os leões mostraram que há muito trabalho (e pouco tempo...) para recuperar os níveis físicos desejáveis após uma exigente pausa mundialista para oito dos 10 jogadores às ordens de Alejandro Dominguez.

Depois de uma vitória suada frente à Oliveirense, os leões nem podiam desejar melhor início de jogo, com Toni Pérez a ser o mais esclarecido depois de vários ressaltos na área famalicense e a marcar logo no primeiro minuto.

Mas vai faltando ao Sporting aquela intensidade que o técnico argentino pede às suas equipas e, sem avolumar, os leões viam o Famalicense a ganhar confiança. A nove minutos do intervalo, Nuno Silva recuperou na meia pista leonina e rematou de meia distância para o empate, reforçando a crença da equipa de Jorge Ferreira, mas Toni Pérez voltaria a dar vantagem aos leões, num remate bonito à entrada da área a finalizar um ataque rápido.

Ainda assim, o Famalicense não baixou os braços (e não baixaria até ao fim, ainda que a marcha do marcador e do tempo fosse adversa).

A um minuto do intervalo, com o Sporting a precisar daqueles 10 minutos de descanso, "Juanjo" López repunha a igualdade num contra-ataque em que os defesas de Girão demoraram a recuar.

A segunda parte começou com azul a Joca Guimarães e Toni Pérez, numa discussão pela melhor posição na área famalicense. Algo bem mais "soft core" que a "discussão" de Joca com Mathias Arnaez na Parede, cujo desfecho do processo foi agora conhecido, tendo as respectivas sanções de um jogo por resposta a agressão com uma stickada na cabeça e a agressão "com dois murros na cara" (como pode ler-se nas decisões) já sido cumpridas.

À margem da contenda disciplinar, o Sporting colocava-se numa posição confortável no jogo com dois remates de meia distância, mais ou menos da mesma zona. Ferran Font marcava aos quatro minutos e meio e Gonzalo Romero lograva a primeira vantagem de dois golos na partida apenas um minuto volvido.

O Sporting podia descansar sobre a vantagem amealhada e, mesmo chegando às nove faltas a 16 minutos do apito final, fez um jogo controlado, de gestão, o suficiente para vencer com tranquilidade.

O Famalicense acabaria mesmo por chegar primeiro às 10 faltas, já nos últimos quatro minutos. Romero rematou forte e desfeiteou Ricardo Silva para um 2-5 que seria final. A equipa de Famalicão ainda dispôs de dois livres directos - defendidos por Girão - e dois minutos de superioridade numérica depois de azul a Ferran Font, mas terminaria esta segunda parte sem juntar qualquer golo aos dois apontados na primeira.

A 7ª jornada do Campeonato PLACARD prossegue esta quinta-feira com destaque para o duelo entre Benfica e Óquei de Barcelos que, sem derrotas, à entrada para esta ronda, eram os dois primeiros da classificação.

7ª Jornada

• Famalicense 2-5 Sporting • 30.Nov

• Juv. Viana vs. Porto • 1.Dez • 15h • Porfírio Fernandes e Jorge Machado

• Óquei de Barcelos vs. Benfica • 1.Dez • 15h30 • Paulo Almeida e Joaquim Pinto

• Tomar vs. Murches • 1.Dez • 18h • João Catrapona e Miguel Guilherme

• Oliveirense vs. Braga • 1.Dez • 18h • Sílvia Coelho e Carlos Correia

• Paço de Arcos vs. Valongo • 1.Dez • 18h • Teófilo Casimiro e Pedro Nuno Sousa

• Riba d'Ave vs. Parede • 1.Dez • 18h30 • Pedro Silva e Pedro Miguel Sousa

Classificação

1º Benfica (18), 2º Sporting* (18), 3º Óquei de Barcelos (16), 4º Porto (13), 5º Tomar (10), 6º Valongo (9), 7º Famalicense* (7), 8º Juventude de Viana (6), 9º Braga (6), 10º Riba d'Ave (6), 11º Oliveirense (5), 12º Murches (4), 13º Parede (4), 14º Paço de Arcos (3)

*mais um jogo

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny
Outros artigos do dia
Óquei de Barcelos destrona Benfica

Óquei de Barcelos destrona Benfica

O Óquei de Barcelos, com a eficácia de Luís Querido e mais uma grande exibição de Conti, impôs a primeira derrota ao Benfica no presente campeonato e, sendo a única equipa invicta na prova, assumem a liderança. Em Viana, o Porto venceu por 1-6.

«O desafio é motivar para continuarem a querer ganhar»

«O desafio é motivar para continuarem a querer ganhar»

Ao vencer um valoroso Turquel, o Benfica deu uma demonstração de força. Além da qualidade das soluções, mostrou ter quantidade, fundamental no processo de desgaste nesta partida e na renovada ambição de ganhar mais troféus esta época.

«Espero estar completamente enganado...»

«Espero estar completamente enganado...»

No rescaldo do jogo na Luz, Nelson Lourenço recusou que o Turquel, que há três meses nem sabia se teria equipa, possa ser o rival do Benfica. Transversalmente, na formação, o técnico vê o Hóquei em Patins com muita preocupação.