Reus estraga a 'festa' ao Calafell e defronta Barcelona

Barcelona e Reus triunfaram nas derradeiras partidas dos quartos-de-final da Taça do Rei. Os blaugrana venceram o Igualada sem forçar, apesar da boa resposta arlequim, ao passo que o Reus venceu o anfitrião Calafell num jogo de muita emoção.

Reus estraga a 'festa' ao Calafell e defronta Barcelona

Barcelona e Reus vão disputar a segunda meia-final da Taça do Rei, depois de Liceo e Voltregà terem marcado encontro na primeira.

Com uma declarada aposta na formação, o Igualada de Xavier Garcia tem protagonizado uma excelente campanha na OK Liga e voltou a mostrar o seu potencial na Taça do Rei.

Frente ao Barcelona, detentor do troféu, recordista de conquistas e ainda sem qualquer derrota esta época, o Igualada apresentou um cinco inicial com o capitão Roger Bars, campeão europeu pelo Trissino, de 24 anos e nada menos que quatro jogadores de 20 anos: Marc Carol, Gerard Riba, Aleix Marimont e o guarda-redes Guillem Torrents. E, com menos de dois minutos jogados, já venciam. Gerard Riba não perdoou de livre directo, depois de azul a Hélder Nunes.

O Barcelona, ciente de uma competição que pode ter três jogos em três dias, não forçou. Aos seis minutos, João Rodrigues igualava, mas não houve uma busca "louca" pela vantagem. Ainda que, naturalmente, mais dominante, o Barcelona mantinha um ritmo baixo, insuficiente para surpreender a organização dos arlequins, rivais maiores na década de 90 do século passado. Assim, com nova oportunidade de bola parada, desta feita uma grande penalidade, o Igualada colocar-se-ia novamente em vantagem. Riba foi de novo eficaz e, com dois minutos e meio para jogar na primeira parte, o Igualada recolheu aos balneários em vantagem.

A toada manteve-se na etapa complementar, mas com a equipa de Edu Castro a criar cada vez mais situações. Aos nove minutos, Hélder Nunes transformou em golo uma grande penalidade que o próprio sofrera e estava tudo como no início. Mas não por muito tempo. Dois minutos depois, num remate fortíssimo da zona frontal, Ignacio Alabart colocava pela primeira vez o Barcelona na frente.

O Igualada tinha de reagir e abria mais espaços. Marc Grau aproveitou e ampliou para 4-2 a nove minutos do fim, restando aos blaugrana gerir. Na irreverência dos arlequins em busca do golo, João Rodrigues ainda teve um lapso que raramente tem, enganchando desnecessariamente um adversário para azul, mas Riba não aproveitou o livre directo, nem tirou proveito da superioridade numérica. Também de livre directo, Alabart fechou as contas em 5-2.

O adversário do Barcelona será o Reus, carrasco dos blaugrana nas meias-finais da última edição da OK Liga.

Reus afasta anfitrião

No derradeiro jogo dos quartos-de-final, Reus e Calafell protagonizavam aquele que era apontado antecipadamente como o primeiro jogo grande desta Taça do Rei. E correspondeu às expectativas.

Numa partida adornada com dois excelentes grupos de apoio, a primeira parte teve muita emoção, mas não teve golos. Na segunda parte, não tardaram.

Logo no primeiro minuto, o Reus chegou à 10ª falta e Martí Casas, que até foi associado há poucos dias a uma mudança para os "roig-i-negres", inaugurou de livre directo. Quatro minutos depois, David Gelmà, outro nome badalado no mercado (fala-se do Caldes...), igualava.

Na "ressaca" do empate, o Reus criou mais perigo, e Julià até desperdiçou um livre directo, mas, com o passar dos minutos, o Calafell, actual 2º na OK Liga, foi crescendo perante o actual 4º. Martí Casas e Arnau Xaus não conseguiram voltar a desfeitear Candid Ballart e a equipa de Ferran López pôs-se a jeito... mas o jovem chileno Diego Rojas também não foi eficaz.

O jogo estava dividido, com oportunidades junto de uma e outra baliza, e parecia que apenas um lance fortuito poderia desequilibrar. Na sequência de um remate de Marc Julià, a bola sobrou para Rojas que não se fez rogado, batendo um desequilibrado Gerard Camps. Sobravam apenas dois minutos e meio para os anfitriões evitarem ficar fora da festa que estão a organizar. O Reus jogou largo, manteve a bola longe da sua baliza e aguentou a vantagem até final.

As meias-finais disputam-se este sábado.

Quartos-de-final

Liceo 7-2 Caldes • 2.Mar

• Noia 2-3 Voltregà • 2.Mar

Barcelona 5-2 Igualada • 3.Mar

Reus 2-1 Calafell • 3.Mar

Meias-finais

• MF1 • Liceo vs. Voltregà • 4.Mar, 18h30

• MF2 • Barcelona vs. Reus • 4.Mar, 21h

Final

Vencedor MF1 vs. Vencedor MF2 • 5.Mar, 12h30

AMGRoller

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny
Outros artigos do dia
Óquei de Barcelos vence na Luz e relança discussão

Óquei de Barcelos vence na Luz e relança discussão

O Óquei de Barcelos venceu o Benfica na Luz e relançou a luta pela vitória na fase regular. As águias continuam a liderar, mas agora com três pontos de vantagem sobre o Sporting, que venceu o Famalicense. O Porto goleou a Juventude de Viana.

20ª jornada com Clássico entre Benfica e Óquei de Barcelos

20ª jornada com Clássico entre Benfica e Óquei de Barcelos

Este sábado, realiza-se a 20ª jornada do Campeonato Placard na íntegra, com os pontos em disputa a serem cada vez mais importantes. O Benfica recebe o Óquei de Barcelos, Murches e Parede procuram, em casa, somar pontos para a manutenção.

Valongo procura reconstrução com seleccionador nacional

Valongo procura reconstrução com seleccionador nacional

A contas com múltiplas saídas, o Valongo contará com Renato Garrido ao leme para se reconstruir e relançar na próxima temporada. O actual seleccionador nacional, de 49 anos, regressa ao trabalho de clubes três anos depois.