Certificado de qualidade portuguesa na Champions

Quatro vitórias caseiras e uma vitória e um empate fora de portas carimbam, para já, na primeira ronda, o ascendente luso na fase de grupos da Champions League. Destaque ainda para a goleada do Barcelona e o triunfo do Saint-Omer em Itália.

Certificado de qualidade portuguesa na Champions

Melhor estreia portuguesa na fase de grupos da presente edição da Champions League só mesmo se o Tomar tivesse vencido em Lleida, onde "apenas" conseguiu o empate. Entre Oliveirense e Valongo, pelo menos um deles perderia pontos, sorrindo o triunfo à equipa de Oliveira de Azeméis. Óquei de Barcelos, Benfica e Porto também venceram em casa, ao passo que o Sporting triunfou na Catalunha.

Na Luz, o Benfica não teve tarefa fácil na recepção ao Calafell, vencendo por tangencial 3-2. Com os catalães a apresentarem-se num bloco baixo, com uma defesa bem cerrada e numa estratégia sem risco, não permitindo contra-ataques às águias,

Sem Roberto Di Benedetto e agora também sem Lucas Honório, ambos lesionados em treino, os encarnados começaram pressionantes desde cedo, mas sem conseguirem desfazer a teia urdida por Ferran López ou mesmo marcarem de bola parada, apesar de oportunidade madrugadora para Carlos Nicolia, de grande penalidade. Aos quatro minutos, na primeira vez do Calafell na área do Benfica, houve outro penálti e, na recarga, Jepi Selva (ex-Oliveirense) abriu a contagem.

Gerard Camps voltou a brilhar em nova bola parada, agora um livre directo de Lucas Ordoñez, depois de azul a Arnau Xaus (ex-Juventude de Viana), e o Calafell segurou a sua vantagem até aos 11 minutos.

Como tem acontecido muitas vezes esta temporada, Nicolia surgiria para disfarçar os problemas atacantes dos encarnados. Em jogada individual, o argentino que está em fim de contrato colocou em jeito sobre Camps para o 1-1 e, depois de Carles Domenech finalizar um contra-ataque para nova vantagem catalã, foi certeiro de livre directo para o 2-2.

Após o intervalo, os encarnados voltaram a entrar pressionantes. Mas os remates, e as reais ocasiões de golo, escasseavam. De uma assentada, Nuno Resende fez entrar Nil Roca e Pablo Álvarez, a evocar os seus tempos no Barcelona. E, com pouco tempo em pista, Nil recuperou a bola e, ainda de meia distância, o "killer" rematou para o 3-2.

Faltavam pouco menos de 18 minutos para o fim, mas o Benfica "levantou o pé" e o jogo abriu, com o Calafell também em busca de uma oportunidade para igualar. Sem golos, os catalães ainda tentaram o "cinco-para-quatro" no derradeiro meio minuto, mas sem conseguirem evitar a derrota.

No outro jogo do Grupo B, o Sporting aliou um bom resultado, num triunfo por 2-5, a uma excelente exibição em Reus. Facundo Bridge, aos 10 minutos, deu o mote e Gonzalo Romero ampliou ainda antes do descanso. E, quando Sergi Aragonès reduziu, a resposta foi categórica, com tentos de Matías Platero e Romero. David Gelma ainda fez o 2-4, mas Bridge fez o 2-5 um minuto volvido, como que provando que qualquer resistência seria inútil...

Barcelona goleia Liceo (outra vez)

Cinco dias depois de uma vitória por 6-0 sobre o Liceo para a OK Liga, o Barcelona voltou a golear os galegos, desta feita por 8-2 e com um póquer de João Rodrigues. Os blaugrana já venciam por 5-0 ao intervalo e o Liceo até marcou dois golos nos primeiros três minutos da etapa complementar - por Tomás Pereira e pelo capitão "Dava" Torres -, mas depois o Barcelona voltou a tomar conta do jogo.

Também no Grupo A, o "grupo da morte" desta Champions, o Óquei de Barcelos recebeu e venceu o Forte por 2-1, infligindo aos italianos a primeira derrota sob o comando técnico de Alessandro Bertolucci. Miguel Vieira, perto do final da primeira metade, e Danilo Rampulla, aos cinco minutos da segunda, apontaram os tentos barcelenses, não conseguindo o Forte melhor que reduzir por Enric Torner.

Campeão vence "malapata"

No Grupo C, o Porto, vigente campeão europeu, venceu o Trissino de Tiago Sousa por 5-4. O triunfo, na reedição do arranque da caminhada triunfal dos dragões na pretérita temporada, tem um significado particular, dado que, em dois jogos da fase de grupos, a equipa de Ricardo Ares não conseguira vencer os italianos.

E, mesmo com as mudanças que sofreu neste defeso, o Trissino esteve a vencer no Dragão Arena por 0-1, 2-3 e, já na segunda parte, por 3-4. Mas Edu Lamas igualou e Rafa (bisou, tal como Carlo Di Benedetto) consumou a derradeira reviravolta a oito minutos do fim no jogo que marcou o regresso a "casa" de Nalo Garcia, que ergueu o troféu europeu em Viana do Castelo como capitão dos dragões.

Em Lleida, o Tomar adiantou-se por Gonçalo Neto aos oito minutos, no único tento da primeira parte. Nos segundos 25 minutos, Nico Ojeda igualou, mas Filipe Almeida e Pedro Martins marcaram para uma vantagem tomarense de dois golos que, no entanto, não resistiria. O português Nuno Paiva, a protagonizar mais uma excelente temporada além-fronteiras, reduziu e Sergi Folguera, a dois minutos e meio do final, igualou, sendo que a partida fica marcada pela expulsão de Guilherme Silva.

Vitória gaulesa em Itália

Em duelo português, a Oliveirense venceu o Valongo por 4-2 no Grupo D. O argentino campeão do Mundo Lucas Martinez assinou um hat-trick, a que se juntou o tento de Bruno Di Benedetto, na altura para o 3-1, a responder ao primeiro tento de João Almeida, que apontou os dois golos dos valonguenses, finalistas nas últimas duas edições.

Em Itália, o campeão gaulês Saint-Omer somou um triunfo histórico, ao vencer na pista do Lodi por 1-4. Pablo Del Rio adiantou a equipa de Fabien Savreux, com Pablo Najera a igualar. Jacobo Mantiñan fez o 1-2 ainda no primeiro tempo, numa já clara "declaração de intenções". Na segunda parte, Roc Llisa e Thibault Colin confirmaram o importante triunfo que, para já, por diferença de golos, vale a liderança no grupo.

Grupo A

Barcelona 8-2 Liceo • 30.Nov

Óquei de Barcelos 2-1 Forte • 30.Nov

Classificação: 1º Barcelona (3), 2º Óquei de Barcelos (3), 3º Forte (0), 4º Liceo (0)

• Liceo vs. Óquei de Barcelos • 14.Dez, 20h30

• Forte vs. Barcelona • 14.Dez, 20h45

Grupo B

Benfica 3-2 Calafell • 30.Nov

• Reus 2-5 Sporting • 30.Nov

Classificação: 1º Sporting (3), 2º Benfica (3), 3º Calafell (0), 4º Reus (0)

• Sporting vs. Benfica • 14.Dez, 18h

• Calafell vs. Reus • 14.Dez, 20h30

Grupo C

Porto 5-4 Trissino • 30.Nov

• Lleida 3-3 Tomar • 30.Nov

Classificação: 1º Porto (3), 2º Lleida (1), 3º Tomar (1), 4º Trissino (0)

• Trissino vs. Lleida • 14.Dez, 20h45

• Tomar vs. Porto • 14.Dez, 21h

Grupo D

• Lodi 1-4 Saint-Omer • 30.Nov

Oliveirense 4-2 Valongo • 30.Nov

Classificação: 1º Saint-Omer (3), 2º Oliveirense (3), 3º Valongo (0), 4º Lodi (0)

• Saint-Omer vs. Oliveirense • 14.Dez, 20h

• Valongo vs. Lodi • 14.Dez, 21h

Horário das partidas na hora local.

AMGRoller

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny