Gonçalo Nunes com dois jogos em risco

Expulso no jogo frente ao Juventude Pacense, Gonçalo Nunes tem pendente um castigo de dois jogos. A confirmar-se, na sétima expulsão no Campeonato Placard esta época, seria a primeira punida com mais do que uma partida.

Gonçalo Nunes com dois jogos em risco
Vídeo: Imediato

No passado sábado, no jogo que abriu a 15ª jornada do Campeonato Placard, a Juventude Pacense vencia por 3-2, a 10 minutos do intervalo, quando, após contra-ataque frustrado, Gonçalo Nunes deixou o stick para trás, atingindo Filipe Flórido. O lance parece inadvertido, mas o árbitro Miguel Matos não hesitou e expulsou de pronto o internacional jovem português do Murches.

Esta segunda-feira, a Federação de Patinagem de Portugal comunicou à equipa do concelho de Cascais o castigo de dois jogos de Gonçalo Nunes, naquela que foi a sétima expulsão de jogadores em 104 partidas realizadas na presente edição do Campeonato Placard. Até que se conheça o desfecho de três processos disciplinares que estão em aberto, esta é a primeira expulsão punida com mais do que um jogo. Desproporcional, entenderá o Murches, que, ao que foi possível apurar, recorrerá do castigo.

A 14 de Outubro, no confronto entre Famalicense e Murches, o famalicense Hugo Costa viu o vermelho, sendo castigado com um jogo de suspensão. Cerca de um mês volvido, a confusão entre Murches e Valongo resultou na expulsão do visitado João Santos e do visitante Tiago Sanches e na instauração de processos disciplinares a ambos. O processo de João foi arquivado; o de Tiago, a decorrer há 78 dias, ainda não tem conclusão.

Em Dezembro, houve mais duas expulsões. A de Rui Silva, do Riba d'Ave, no Dragão Arena redundou num jogo de suspensão. A do sportinguista João Souto, em Riba d'Ave, teve processo aberto. Tal como a expulsão do tomarense Tato Ferruccio, já neste mês de Janeiro, em Turquel.

Baixa de peso

As "contas" de Hugo Lourenço à frente do Murches não têm sido fáceis. Com várias lesões, e sem juniores ou equipa "B" a que recorrer, as opções têm sido limitadas. E, também por isso, a ausência de Gonçalo Nunes pesará de sobremaneira.

Com formação no Paço de Arcos e Benfica, Gonçalo Nunes sagrou-se campeão do Mundo júnior em 2015 e 2017. Em 2016, rumara ao Sporting, esperançado em ser aposta na equipa principal, mas acabaria por ser cedido ao Alcobendas, da OK Liga. Esteve também cedido ao Paço de Arcos e Óquei de Barcelos até regressar aos leões em 2020.

Sem afirmação plena, voltou ao Paço de Arcos a meio daquela que seria a segunda temporada de leão ao peito, e ali ficou na temporada passada. Apontou 23 golos, mas não evitou a descida. Manteve-se na Linha (e no Campeonato Placard), como reforço do Murches.

A carreira já parece longa, mas Gonçalo Nunes, "Saviola" para muitos, tem apenas 25 anos. No Murches ,é peça fundamental no xadrez de Hugo Lourenço e já soma 15 golos no Campeonato Placard, apenas aquém dos 24 de Tomás Moreira. Na estreia europeia do emblema cascalense, Nunes marcou cinco golos na fase de qualificação da Taça WSE (festejou nas três partidas disputadas) e mais seis na primeira mão dos quartos-de-final.

AMGRoller

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny