Agarra que é leão: Romero fica além de 2025

O Sporting anunciou a prolongação da ligação com Gonzalo Romero, jogador dos leões desde 2018. Nolito, campeão do Mundo pela Argentina e figura maior da equipa verde-e-branca, terminava vínculo em 2025.

Agarra que é leão: Romero fica além de 2025

No arranque de uma semana que encerra em si dois dérbis - para a Champions e para o Campeonato Placard - com o "velho rival" Benfica, o Sporting anunciou novo acordo com Gonzalo Romero.

A estrela argentina dos leões tinha vínculo até 2025, mas, como as águias acautelaram com Roberto Di Benedetto, garantem a continuidade da ligação. Ao que o HóqueiPT conseguiu apurar, o novo vinculo de Romero é de três anos com mais dois de opção. Para a próxima temporada, não são esperadas muitas mudanças nos leões. Todos os jogadores têm contrato (havendo continuidade na aposta em Alessandro Verona, único que terminava vínculo) e a saída de Ferran Font já foi suprida com Roc Pujadas.

Para alguns, é o melhor jogador do Mundo. Para todos, é certamente um dos mais preponderantes, nunca dando um jogo por perdido, jogando até à exaustão, uma ameaça permanente com a sua fortíssima meia distância.

Aos 31 anos, Gonzalo está longe dos tempos em que, pequenino, nos pavilhões de San Juan, se gritavam gritos de aviso. "No lo pisen!" ("não o pisem"). Ficou "Nolo". Ficou "Nolito". Cresceu. Ganhou uma dimensão enorme na modalidade.

Campeão do Mundo em 2015 e 2022, Gonzalo Romero ganhou uma dimensão que o coloca como legitimo candidato à braçadeira de capitão da albiceleste no Mundial de Setembro próximo.
Campeão do Mundo em 2015 e 2022, Gonzalo Romero ganhou uma dimensão que o coloca como legitimo candidato à braçadeira de capitão da albiceleste no Mundial de Setembro próximo.

Nolito chegou ao Sporting já campeão do Mundo pela Argentina, mas de um Mundial de 2015 em que era apenas o 7º jogador de pista. Nesse ano de 2015, depois de uma primeira experiência europeia no Hockey Novara em 2012, regressava a Itália e ao Velho Continente para começar a cumprir o seu destino.

No Matera, orientado por Nuno Resende, chegou à Final Four da Taça CERS. Caiu nas grandes penalidades, frente ao anfitrião Óquei de Barcelos no mesmo palco onde, em 2011, também caíra nas meias-finais, então do Campeonato do Mundo de Sub-20, contra uma selecção portuguesa que contava, entre outros, com o agora colega João Souto.

Saltou para o Forte, onde estaria de 2016 a 2018 como dínamo da equipa, então já a complicar a vida a Nuno Resende, treinador do Lodi. Em 2018, chegou ao Sporting. E foi campeão europeu. Repetiria o título continental pelos leões em 2021, num ano em que também foi campeão nacional. Em 2022, voltou a ser campeão do Mundo, já com outro protagonismo e logo na sua San Juan natal.

Finalista da Taça de Portugal, do play-off do Campeonato Placard e da Elite Cup em 2023, Romero e o Sporting procuram títulos em 2024. O argentino soma 16 golos no campeonato e seis na fase de grupos da Champions, sendo apenas superado na mais importante prova europeia por João Rodrigues (sete golos) e Giulio Cocco (oito).

AMGRoller

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny
Outros artigos do dia
Disputa pelo 'carimbo' para os quartos-de-final

Disputa pelo 'carimbo' para os quartos-de-final

O Barcelona já está apurado para os quartos-de-final da Champions e outro sete podem já carimbar a passagem à fase a eliminar, fechando, ainda com uma jornada por jogar, as vagas de apuramento.