Notícia

Brioso sexto

Oct 31, 2017

Depois de defrontar o Barcelona, e perder por um nada desprestigiante - e nada comprometedor - 2-0, a Académica de Coimbra defrontou nos quartos-de-final os italianos do Follonica.

A formação transalpina entrou melhor e a meio da primeira parte já tinha dois golos de vantagem, parecendo faltar forças à equipa portuguesa para contrariar o rumo dos acontecimentos. Mas os "estudantes" reagiriam.

Pedro Nogueira

Depois de um desconto de tempo, a entrana nos cinco minutos finais da primeira parte foi revitalizante. Em menos de um minuto, Pedro Nogueira e Vasco Pereira repunham a igualdade e relançavam completamente o jogo. E ainda não estavam cumpridos dois minutos na segunda parte quando Diogo Marques deu a volta ao resultado.

João Seixas

A Académica estava claramente por cima e a criar mais perigo. O Follonica não conseguiu "furar" a bem organizada defensiva de Coimbra e insistia nos remates de meia distância a pedirem o desvio na área. Para infelicidade conimbrigense, e para desespero do guarda-redes João Seixas, tal daria frutos...

Sintonia entre equipa e claque

Alberto Cabiddu repôs a igualdade contra a corrente do jogo, mas Diogo Marques fez justiça e voltou a dar vantagem à Académica, ainda com largos oito minutos para jogar. Faltou consumar a vitória...

Mattia Palmieri estragaria a festa da Briosa e da numerosa - e entusiasta - claque que a acompanhou. Fez o empate ainda no tempo regulamentar e, no prolongamento, assinou o tento que punha ponto final numa partida de emoções fortes - a terminar com lágrimas de parte a parte - e relegaria a equipa de Coimbra para a disputa dos 5º ao 8º lugar.

Rafael Curto estava naturalmente desanimado com o desfecho final, mas confiante no grupo que consolidou.

Em "rifa", voltaria a calhar nova equipa italiana, desta feita o Breganze. Lição aprendida, os estudantes passaram com distinção nas tarefas defensivas e não consentiram qualquer golo, sendo suficiente o golo de Vasco Pereira para garantir a possibilidade de disputar o 5º lugar.

O adversário na derradeira partida da Académica na Eurockey foi o Saint-Omer. Representante do hóquei patinado francês que vai evoluindo às mãos dos Savreux, o Saint-Omer perdera 2-1 com o Sporting, vencera o Porto por 2-1 e voltaria a mostrar valor frente à Briosa.

Vasco Pereira, com cinco golos, foi o melhor marcador dos "estudantes" na prova

Thibault Colin, marcador de serviço dos gauleses, aponto o único tento do jogo que terminou com a Académica a conseguir um brilhante sexto lugar em ano de estreia na Eurockey e a deixar excelentes indicações para os desafios nacionais que se avizinham.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade