Notícia

Regresso sem passagem de testemunho

Aug 09, 2021

O Benfica tem esta segunda-feira em agenda o regresso ao trabalho, mas nem a saída de Alejandro Dominguez foi oficializada, nem a entrada de Nuno Resende foi anunciada... #PréÉpoca #Mercado #PrimeiraDivisão

O Benfica terminou a competição a 3 de Junho, com o afastamento nas meias-finais pelo Porto apesar de ter vencido os dois primeiros jogos da série... no Dragão Arena.

À data, era tido como certo o final de carreira de Valter Neves, que seria anunciado a 9 de Junho, assumindo o capitão funções de "team manager". Também eram certas as entradas de Pol Manrubia e Daniel Oliveira ("Poka"), mas estas só seriam oficializadas depois de um inesperado terramoto. Porque certíssimas eram também a continuidade de Alejandro Dominguez e a saída de Nicolia. Mas...

A 21 de Junho, Alejandro Dominguez, ainda com mais um ano de contrato, acordava com o Benfica a saída do cargo de treinador. Três dias depois, Nuno Resende, desvinculado do Trissino, estava garantido. Alejandro Dominguez escreveria a 26 de Junho nas redes sociais sobre a sua saída, agradecendo ao seu staff técnico e aos "jogadores que se comprometeram com a criação da equipa" e revelando-se "triste por não poder continuar a realizar" um trabalho com o estava satisfeito. O treinador frisaria que, para si, "é mais importante ser consequente do que claudicar e deixar de apostar nos valores em que acredita: trabalho, compromisso colectivo e a equipa acima de tudo".

No entanto, sendo certa a troca no comando técnico, nem a saída de Alejandro, nem a entrada de Resende foram oficializadas pelas águias, estando dependentes do acordo sobre verbas com o técnico argentino. O que torna o arranque dos trabalhos da nova temporada na Luz algo caricato.

Entradas e saídas

Entretanto, no turbilhão do defeso encarnado, o Benfica logrou o maior "golpe", garantindo o concurso de Pablo Alvarez, o que obrigava a ajustes no plantel. Miguel Vieira e Danilo Rampulla eram colocados no mercado.

Já em Julho seria oficializada a saída de Marco Barros, que será colmatada com a promoção do "júnior", campeão nacional da III Divisão, Rodrigo Vieira. Diogo Rafael renovou por cinco anos e Pol Manrubia foi enfim oficializado a 14 de Julho.

A 21 de Julho eram oficializadas as saídas de Miguel Vieira e Danilo Rampulla, ficando os dois jogadores sem qualquer vínculo contratual com as águias. Em termos comunicacionais, acabou por ser inusitado o anúncio relativo ao internacional português, cuja saída foi dada pelos encarnados depois de ter sido já anunciado como jogador do Valongo. Rampulla deverá reforçar o Óquei de Barcelos.

Depois das saídas, seria confirmado o acordo com Poka e, na semana seguinte, a oficialização de Pablo Álvarez faria sonhar os adeptos que não celebram um grande título desde 2016.

A juntar aos reforços já referidos, há a "somar" a promoção de Zé Miranda ao plantel principal. Zé Miranda completa 18 anos em Novembro e deverá ser um dos convocados para o Campeonato da Europa de Sub-19, que terá lugar em Setembro.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade