Notícia

Carlos Nicolía no 'último tango' de águia ao peito

Dec 17, 2021

Depois de ter bisado no triunfo por 3-1 sobre o o Marinhense, Carlos Nicolia assumiu no final do encontro que esta é a sua última época no Benfica. #Mercado #PrimeiraDivisão

Carlos Nicolía está de saída do Benfica no final da época e foi o próprio argentino a confirmar os rumores, em declarações no final da partida com o Marinhense em que bisou no triunfo por 3-1. A sua saída era propalada, e terá sido Nicolía a definir o "timing" para a tornar pública. Ainda que possa cair mal, a declaração poderá ser digerida na pausa natalícia após o compromisso de próximo domingo para a Taça de Portugal, em Nafarros. Afinal, "más vale pedir perdón que pedir permiso".

Com um estatuto de quase divindade em Valdagno e como um dos melhores do Mundo, Nicolía chegou ao Benfica em 2014 e conquistou quase tudo o que havia para conquistar entre Campeonato Nacional (2015 e 2016), Taça de Portugal (2015), Liga Europeia (2016), Taça Continental (2016) e Taça Intercontinental (2017). Até uma Elite Cup (2017) e uma recém-criada Taça 1947 (2020) em que foi determinante, apontando a grande penalidade que valeu o troféu. Escapou a Supertaça António Livramento, apesar de ter estado três vezes na decisão.

Campeão do Mundo em 2015 e vigente vice-campeão do Mundo pela Argentina, é o capitão da albiceleste e foi figura importante também nos bastidores da Luz. Convenceu Lucas Ordoñez a trocar o bilhete de avião que já tinha em mãos com Oliveira de Azeméis como destino final, por um outro para Lisboa. E agora terá sido fulcral a convencer Pablo Alvarez - amigo de infância - a juntar-se ao projecto encarnado.

Tendo completado 35 anos em Abril, Nicolía está na sua oitava temporada no Benfica e, depois da saída de Valter Neves, só Diogo Rafael e Pedro Henriques contam mais anos na equipa principal.

No último defeso, esteve com um patim fora da Luz, não fazendo parte dos planos de Alejandro Dominguez apesar de ter mais um ano de contrato. Um volte-face de última hora resultou na saída do técnico e na continuidade do jogador que esta temporada tem sido de capital importância, apenas com menos golos - sendo que sempre foi mais dado a assistências... - que o compatriota Ordoñez.

De saída, Nicolía assume o desejo de conquistar mais títulos pelo Benfica, para retribuir tudo o que de bom viveu de águia ao peito. Está um campeonato nacional e uma Taça de Portugal em jogo.

É uma "última dança", um "último tango" de águia ao peito.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade