Notícia

Oliveirense e Valença nos quartos-de-final

Mar 02, 2022

O planeamento da Taça de Portugal fica, para já, salvaguardado com a vitória da Oliveirense em Tomar, num jogo com um lance muito contestado perto do final. O Valença também está nos 'quartos', depois de decisão nos penáltis. #TaçaDePortugal

A Oliveirense está nos quartos-de-final da Taça de Portugal depois de vencer em Tomar por 1-2.

No regresso de Paulo Pereira ao banco após cumprir dois jogos de castigo, a Oliveirense teve um ascendente inicial que se foi diluindo com o passar dos minutos, numa partida que teve o condão de juntar quatro dos últimos vencedores por Portugal da Taça Latina, em 2016: Diogo Alves, Xanoca e Xavi Cardoso pela Oliveirense e Guilherme Silva pelo Tomar.

A grande oportunidade para golo na primeira parte desenhou-se já no último minuto, com a bola a sobrar para Franco Platero, que ficou isolado na "cara" de Francisco Veludo, mas o guardião tomarense segurou o nulo.

Logo aos três minutos da etapa complementar, o defensor argentino "vingou-se". Numa grande penalidade que valeu o azul a Francisco Veludo, Platero bateu António Marante para o primeiro da partida. E, três minutos volvidos, Marante voltava a ser batido, agora numa falha defensiva que deixou Nuno Araújo com tempo e espaço para fazer o 0-2.

Faltavam cerca de 19 minutos para jogar e o Tomar procurou reduzir, mas a Oliveirense fechou bem, notando-se nos tomarenses a falta de Filipe Almeida, a recuperar de intervenção cirúrgica.

O golo chegaria já no último minuto, por Pedro Martins, com os visitantes a alegarem falta de Tomás Moreira sobre Nuno Araújo na área. Poucos dias depois de visar directamente a idoneidade de um árbitro em comunicado - que seguramente, como tantos outros dos principais clubes da I Divisão, passou despercebido a um Comité-Técnico mais atento a publicações de adeptos do Académico da Feira -, poderia esperar-se uma indignação oliveirense continuada e a levar a medidas efectivas, mas, como em tanto outros comunicados, terá sido mais uma reclamação (e ameaça de desinvestimento) avulsa em função do resultado final ser ou não favorável. E, na "cidade templária", seria.

O Tomar, em busca da igualdade, planeou o ataque com cinco jogadores de pista, povoou a área contrária e, com apenas três segundos para jogar, veria Franco Platero afastar caricatamente a bola com a luva depois de um desvio de Ivo Silva. Sem indicação de grande penalidade, a contestação tomarense levou a azuis a Lucas Honório e ao capitão Ivo Silva que ditariam o desfecho da partida e o apuramento da Oliveirense para os quartos-de-final.

Na próxima fase da prova, na antecâmara da Final Four, a Oliveirense viaja até Viana do Castelo, cabendo-lhe, garantindo o apuramento, evitar que tenha de se encontrar nova data para a decisão da prova-rainha. Recorde-se que a Final Four da Taça de Portugal está prevista para 8 e 9 de Abril e a Juventude de Viana tem - como o Tomar tinha - compromisso europeu - e além-fronteiras - no dia 9.

Valença apura-se, mas ainda espera adversário

Quem também garantiu o apuramento para os quartos-de-final esta quarta-feira, foi o Valença, que venceu a Juventude Pacense por 4-5 na decisão por grandes penalidades.

Num duelo entre equipas da Zona Norte da II Divisão, o Valença (13º e penúltimo) levou a melhor sobre a Juventude Pacense (5º) numa segunda vitória consecutiva fora depois de, na ronda anterior, ter vencido na pista do Infante Sagres.

O jogo foi tenso, principalmente pela falta de golos. Gonçalo Neto "quebrou" o enguiço para a equipa de Paços de Ferreira apenas a seis minutos e meio do apito final, mas Jorge Faria igualaria minuto e meio depois. Sem mais golos, o jogo seguiu para prolongamento e, depois, para uma série de 10 grandes penalidades em que os atacantes revelaram inusitada eficácia. Foram transformadas sete dos castigos máximos com o guarda-redes Edu Leitão, campeão da Europa de Sub-20 em 2014, a acabar com mais razões para sorrir do que Pedro Freitas, campeão do Mundo de Sub-20 em 2015. Celso Silva apontou o golo decisivo.

A equipa orientada por Pedro Gomes já sabe que jogará em casa na próxima eliminatória, e que recebe um primodivisionário. Mas ainda não sabe se será Óquei de Barcelos ou Parede, que jogam apenas no próximo dia 9.

Por realizar dos oitavos-de-final, para além da partida entre barcelenses e paredenses, está também o jogo entre Famalicense e Sporting, mas estes defrontam-se já esta quinta-feira. O vencedor defrontará o Benfica nos quartos-de-final.

Oitavos-de-final

Benfica 5-1 Valongo • 19.Fev

• Académico da Feira 2-6 Juventude de Viana • 19.Fev

• Alenquer 7-10 Porto • 19.Fev (7-7, 0-3 prol.)

• Póvoa 1-3 Oeiras • 19.Fev

• Tomar 1-2 Oliveirense • 2.Mar

• Juventude Pacense 4-5 Valença • 2.Mar (1-1, 3-4 pen.)

• Famalicense vs. Sporting • 3.Mar • 21h

• Óquei de Barcelos vs. Parede • 9.Mar • 21h

Quartos-de-final

• Valença vs. Óquei de Barcelos ou Parede • 12.Mar

• Benfica vs. Famalicense ou Sporting • 12.Mar (com inversão, em caso de vitória do Famalicense)

• Oeiras vs. Porto • 12.Mar

• Juventude de Viana vs. Oliveirense • 12.Mar

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade