Notícia

Rigor valonguense 'desmonta' líder

Mar 24, 2022

Com uma exibição praticamente irrepreensível, o Valongo venceu o líder Porto por 4-0. Bernardo Mendes 'fechou a porta' e os valonguenses venceram os dragões quase oito anos depois... #PrimeiraDivisão

Sob a batuta de Edo Bosch, o Valongo é uma equipa de rigor defensivo que procura ser letal no contra-ataque. É o próprio técnico catalão que o diz e, esta quarta-feira, em jogo antecipado da 22ª jornada, frente ao líder do campeonato, a exibição foi quase irrepreensível e coroada com um triunfo por números inusitados.

O Porto assumiu desde cedo o jogo, mas mais por cedência valonguense do que pela intensidade que costuma colocar nas partidas. Raramente conseguindo desequilibrar a defensiva montada por Edo Bosch, os dragões 'esbarravam' numa exibição focada e tranquila de Bernardo Mendes, guarda-redes que rumará ao Benfica no próximo defeso.

Aos 11 minutos, vindo de uma eficácia total (duas grandes penalidades e dois livres directos) frente à Juventude de Viana, Gonçalo Alves não conseguiu bater Bernardo de castigo máximo. E também não o conseguiria, de livre directo (10ª falta), aos sete minutos da segunda parte.

O Valongo inauguraria o marcador por Rafa Bessa ainda na primeira parte e não tremeu - pese a juventude do seu plantel - quando, no arranque da segunda, Facundo Bridge desperdiçou a 10ª falta azul-e-branca perante Maliàn. Edo Bosch estivera no último triunfo valonguense sobre o Porto, em 2014, mas então como guarda-redes adversário. Esse Valongo que se sagrou campeão, respirava confiança. E este foi crescendo com o passar dos minutos.

Faltava acutilância ao Porto que, mesmo com mais posse de bola, não importunava Bernardo Mendes o suficiente. Na busca da igualdade, o Porto chegava à 15ª falta a cinco minutos do fim. Facundo Navarro foi eficaz para o 2-0 e os "meninos" de Valongo tomaram conta do jogo.

Com a equipa de Ricardo Ares balanceada - mas pouco esclarecida - para o ataque, sobrava espaço nas costas. Em dois lances, Rafa Bessa serviu a preceito Diogo Barata, que já terá acordo com os dragões, e Facundo Bridge para dois golos castigadores e a levarem o Municipal ao delírio, para um 4-0 que, pesado, nem assim fez vacilar a estratégia valonguense. Estariam mais perto do quinto que o Porto do primeiro...

A jornada prossegue no fim-de-semana, com dérbis na esfera de Aveiro (entre Oliveirense e Sanjoanense, no sábado) em Lisboa (entre Sporting e Paço de Arcos, no domingo).

Na luta pela manutenção, o Parede recebe o Marinhense e o Turquel tenta uma surpresa na Luz numa jornada que só ficará terminada a 30 de Março quando as outras duas equipas - para além do Valongo - envolvidas nas competições europeias forem a jogo no Minho.

A Juventude de Viana, que jogará a primeira mão dos quartos-de-final da Taça WSE frente ao Calafell, recebe um Óquei de Barcelos que pode igualar o Porto no topo da classificação, e o Braga recebe um Tomar que tem compromisso para a Liga Europeia, com a recepção ao campeão italiano Lodi.

22ª jornada

Valongo 4-0 Porto • 23.Mar

• Oliveirense vs. Sanjoanense • 26.Mar • 18h

• Parede vs. Marinhense • 26.Mar • 21h

• Sporting vs. Paço de Arcos • 27.Mar • 15h

• Benfica vs. Turquel • 27.Mar • 18h

• Juventude de Viana vs. Óquei de Barcelos • 30.Mar • 21h

• Braga vs. Tomar • 30.Mar • 21h

Classificação

1º Porto+ (52 pontos), 2º Óquei de Barcelos (49), 3º Sporting (47), 4º Benfica (44), 5º Oliveirense (41), 6º Valongo (36), 7º Tomar* (33), 8º Braga (32), 9º Paço de Arcos (24), 10º Juventude de Viana (17), 11º Sanjoanense (16), 12º Parede (13), 13º Marinhense (12), 14º Turquel (12)

+mais um jogo, *menos um jogo

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade