Notícia

«Histórico é curto, foi mágico!»

Apr 28, 2022

O treinador do Calafell, Ferran López, tem muito de apaixonado pelo treino e um pouco de louco pela modalidade. Na vitória, congratulou-se com um momento 'mágico', sem esquecer a sua saída do Noia. #Video #WSECup

A conquista da Taça WSE pelo Calafell teve no técnico Ferran López um protagonista especial. O treinador de 46 anos teve de mudar meia equipa para esta temporada, que já é a melhor da história da equipa tarragonesa, mas fez apostas certeiras e ganhou.

Natural de Sant Sadurní, Ferran assumiu muito cedo - em 2007 - o comando técnico da "equipa da terra", um Noia de reconhecidos méritos. Logo na sua primeira temporada, conquistou a Taça do Rei, no prólogo de um trabalho sólido ao longo de oito temporadas, culminado com as primeiras conquistas europeias. Em 2014, o Noia venceu a Taça CERS, percursora da agora Taça WSE, em Itália, e venceria também a Taça Continental, numa decisão a duas mãos com o rival (de todas as equipas espanholas...) Barcelona.

Em 2015, procurou outro desafio, em Igualada. Ali esteve quatro temporadas marcadas por uma estabilidade que o Calafell, em 2019 procurava.

A equipa verde-e-branca regressara à OK Liga em 2018 e garantira a manutenção, mas procurava uma afirmação definitiva na categoria máxima. Ferran López chegou com esse propósito e, na interrompida temporada de 2019/20, terminou em oitavo no que poderia ser o início de uma ligação profícua. Mas Ferran não resistiu à chamada de volta do "seu" Noia. Teria um desgosto de amor.

Ferran López tem um projecto de treino, "todoseentrena", e um livro publicado, "Yo soy mi equipaje".

O Noia terminaria a temporada de 2020/21 em 6º, mas, muito antes da recta final, os dirigentes optaram por um futuro sem Ferran López. No regresso de Pere Varias, que rumara a Calafell para novo 8º lugar da equipa, era mais que natural a ida de Ferran novamente para Calafell. E concretizou-se.

O Calafell logrou o apuramento para a Taça do Rei, é 6º na OK Liga (ainda com hipóteses de chegar ao 5º) e viveu no passado domingo a sua primeira conquista europeia. Já nas celebrações, Ferran López sentou-se na tabela enquanto os seus jogadores festejavam. Em conferência de imprensa, confessou que muito lhe passou pela cabeça, inclusivamente a "inesperada" saída do Noia, mas frisou que não compete por ninguém (no sentido "vingativo"), apenas por si.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade