«Quem comanda, quem tutela, tem de ser exemplar, toque a quem tocar»

Apesar de pedir para se fechar o capítulo sobre o jogo 2, Nuno Resende alongou-se sobre o estado da modalidade, do desporto e da sociedade portuguesa, pedindo pulso forte. Sobre o jogo 3, lamentou a falta de eficácia do Benfica.

«Quem comanda, quem tutela, tem de ser exemplar, toque a quem tocar»

"Ganhou a equipa que foi mais eficaz", sintetizou Nuno Resende no início das suas declarações no rescaldo da terceira partida das meias-finais frente ao Sporting.

Congratulando-se com a boa entrada na partida, o técnico das águias lamentou a falta de eficácia na recta final da primeira parte e apontou

"erros que não se pode cometer este nível" no arranque da segunda, quando o Benfica não aproveitou uma bola parada e a superioridade numérica.

Focando-se já na preparação do quarto jogo, sexta-feira, Nuno Resende espicaçado por uma declaração de morte da modalidade, pediu que não se esquecesse tudo o que de bom esta tem, principalmente em Portugal. No entanto, alinhando com o comunicado federativo sobre os incidentes (que reconhece graves), pede uma reflexão a nível da sociedade e pulso forte.

"Quem comanda, quem tutela, tem há muito tempo que definir bem as coisas e ser exemplar, seja A, seja A, seja C, toque a quem tocar, para que as pessoas percebam, no Hóquei em Patins, principalmente, que há princípios e valores que têm que ser respeitados", afirmou, defendendo o Hóquei em Patins, a sua "dama" por um momento menos feliz e dos ataques de vários quadrantes. "Acho que também merecemos alguma tolerância", sublinhou.

No quarto jogo, na Luz, na próxima sexta-feira, o Benfica tem de vencer para forçar a "negra".

Partilhe

Facebook Twitter AddToAny
Outros artigos do dia
Nove anos depois, o campeão não será o Barcelona

Nove anos depois, o campeão não será o Barcelona

É uma despedida inglória de Aitor Egurrola. O Barcelona perdeu (novamente) na recepção ao Reus e o octocampeão foi eliminado. Numa final inédita, o título será para os 'rojinegros' ou para o Liceo, que afastou o Noia.

Sporting vence e adianta-se

Sporting vence e adianta-se

O Sporting venceu o terceiro jogo da meia-final frente ao Benfica por 4-2. Apenas com a ausência de Henrique Magalhães, os leões adiantam-se numa eliminatória em que o 'factor casa' dita lei.

Porto na final

Porto na final

Como nas quatro decisões em play-off anteriores, o Porto está na final do campeonato. Os dragões venceram o Óquei de Barcelos no desempate por grandes penalidades e aguarda adversário da Segunda Circular.