Notícia

Riba d'Ave e Marinhense na I Divisão

Jun 03, 2018

Riba d'Ave e Marinhense garantiram a subida directa à I Divisão, enquanto Sanjoanense e Oeiras vão disputar a terceira vaga.

A última jornada da primeira fase da II Divisão encerrava em si a decisão, desde já, de dois lugares no Melhor Campeonato do Mundo.

Quer na Zona Norte, quer na Zona Sul já estavam decididas as duas equipas (de cada zona) na luta pela subida, fosse directa ou por playoff. Faltava saber quem subia directamente, sendo que Riba d'Ave e Marinhense tinham vantagem. As duas equipas confirmaram a subida directa, mas - principalmente com o Riba d'Ave - ainda houve suores frios.

A Norte, vencendo, o primeiro lugar não fugia a Riba d'Ave. Mas, apesar de mais quatro golos do jogador-treinador Hugo Azevedo, a juntar aos 65 que já somava na liderança destacada dos melhores marcadores da II Divisão, a equipa minhota não foi além de um empate a seis em Gulpilhares.

O Riba d'Ave sobe com 69 pontos, tantos como os golos conseguidos pelo seu treinador-jogador, Hugo Azevedo, assinou.

Podia a Sanjoanense garantir o regresso directo à I Divisão com uma vitória, e até entrou no último minuto a vencer a equipa "B" do Porto. Mas Dinis Abreu fez a desfeita, empatou (curiosamente, também) a seis, e condenou a equipa de São João da Madeira a disputar o playoff para a subida. Com o Oeiras, num embate de históricos.

A Sul, não houve empates, mas houve vitórias pela margem mínima. O Oeiras venceu em Alenquer por 6-7 e esperava um deslize alheio para carimbar já a subida. Mas o Marinhense venceu em Sintra por 2-3 e assegurou a subida directa, dado que o Benfica "B", vencedor da Zona Sul, não entra nestas contas, precisamente por ser equipa "B".

Ainda há decisões, mas o Marinhense entra em férias

Entre as quatro equipas, apenas o Marinhense entra já de férias. A equipa orientada por Tiago Sousa garantiu a subida directa à I Divisão mas quem disputará o título de campeão nacional da II Divisão é a equipa "B" do Benfica, com o Riba d'Ave, que regressará ao convívio dos grandes depois de uma descida administrativa. O primeiro jogo é no Minho (9 de Junho) e a decisão é em Lisboa (23 de Junho).

Numa "luta" ainda com mais em jogo, a Sanjoanense reedita com o Oeiras duelos de outros tempos, desta feita por um lugar entre os maiores do hóquei patinado português. Jogar-se-à primeiro em São João da Madeira (9 de Junho) e depois na Linha (23 de Junho).

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade