Notícia

Riba d'Ave volta a vencer Benfica, agora na Luz

Mar 11, 2021

O Riba d'Ave venceu na Luz por 0-2. O Benfica é igualado pelo Sporting (venceu em Famalicão) e perde o terceiro lugar para a Oliveirense, que não foi além de um empate com a Sanjoanense. #PrimeiraDivisão

Depois de 15 vitórias em outros tantos duelos com o Riba d'Ave, o Benfica caíra no Parque das Tílias à quarta jornada, com uma derrota por 5-4.

Em jogo em atraso da 17º jornada, os ribadavenses chegavam à Luz como penúltimos e assumidamente a tentar suster o ataque encarnado, procurando preciosos pontos para a luta pela manutenção. No entanto, mesmo com a posse de bola "oferecida", as águias tardaram em criar real perigo.

Raul Meca Lopes voltou a impôr uma derrota ao Benfica.

Com pouca dinâmica na troca de bola, raras foram as vezes que o jovem Miguel Rocha - no lugar do lesionado Diogo Fernandes - foi importunado entre os postes. O Riba d'Ave também tem Facundo Bridge (argentino cedido pelo Liceo) em recuperação, mas a sua solidez não foi beliscada. Pontualmente, espreitava o ataque, com boa circulação de bola e alguns bons pormenores técnicos dos jovens jogadores de Raul Meca.

Com bons pormenores e um excelente controlo de bola, o colombiano Andrés Castaño mostrou valor na Luz.

Alejandro Dominguez ia procurando soluções na rotação da equipa - que não contou com Diogo Rafael, por opção - e no último terço da primeira parte, o Benfica logrou criar mais desiquilíbrios. A quatro minutos e meio do intervalo, Dinis Abreu viu o azul e Lucas Ordoñez, que na primeira volta assinara um hat-trick, teve uma soberana oportunidade para inaugurar o marcador. Mas Miguel Rocha não tremeu perante os pergaminhos do argentino.

Com a equipa minhota em inferioridade, houve mais espaço para jogar, mas pouca cabeça fria, e o nulo perduraria até ao intervalo.

Benfica instalou-se na meia pista contrária, mas as reais oportunidades de perigo escassearam.

Nos segundos 25 minutos, o Riba d'Ave deixou um alerta cedo e, aos três minutos e meio, Dinis Abreu abriria mesmo as contas, no culminar de um contra-golpe bem gizado.

O Benfica instalou-se na meia pista contrária em busca do golo, mas o Riba d'Ave não tremeu. A pressão encarnada redundou na 10ª falta, aos 10 minutos, mas Pedro Henriques negou novo golo a Dinis Abreu. Ou, pelo menos, adiou...

O jovem guarda-redes Miguel Rocha foi uma das figuras do jogo.

O passar dos minutos tirava critério e racionalidade aos encarnados. A meia distância era presa fácil de um atento Miguel Rocha e, a determinada altura, a aposta passou a ser quase exclusiva em Carlos Nicolía, mas o argentino não seria excepção aos problemas de concretização das águias. E estaria mesmo no momento decisivo da partida, a minuto e meio do final.

Na recta final da partida, faltando discernimento colectivo, Nicolía assumiu a condução do ataque encarnado.

Depois de reclamar uma falta de Andrés Castaño, Nicolía veria azul por falta dura no lance seguinte. Em protestos continuados, seria expulso. No correspondente livre directo, Pedro Henriques foi chamado à atenção quanto à sua posição entre os postes e, por palavras, veria também o azul. Era já certo que, com golo ou sem golo, o Benfica teria apenas três jogadores de pista para os instantes finais.

Dinis Abreu bisou. Seriam todos os tentos da partida...

Com um remate forte, chegou o bis de Dinis, batendo Marco Barros ("Tuga"). A partida estava decidida e a quinta derrota do Benfica na temporada selada, a fechar um ciclo de três jogos consecutivos na Luz com apenas dois pontos amealhados. Antes da derrota com o Riba d'Ave, as águias tinham empatado com Oliveirense (2-2) e Valongo (3-3). Após o apito final, Alejandro Dominguez seria também expulso e deverá falhar pelo menos a próxima partida, em Famalicão.

Apesar dos três pontos conquistados, o Riba d'Ave continua abaixo da linha de água, mas teve um tónico anímico que pode ser importante no que falta jogar no Campeonato.

Alejandro Dominguez seria expulso após o apito final.

Sporting vence e Oliveirense empata... mas sobe a terceiro

Também a recuperarem jogos em atraso, Sporting e Oliveirense tiveram sortes diferentes.

Os leões venceram em Famalicão por 2-3 e igualaram o Benfica com 43 pontos. Mas a equipa de Paulo Freitas tem ainda três jogos em atraso...

O Famalicense até se adiantou no marcador, por Hugo Costa, mas Toni Perez restabeleceu a igualdade ainda na primeira parte. Já na etapa complementar, João Souto bisou para uma vantagem de 1-3, fixando Pedro Mendes o resultado final, nos derradeiros três minutos.

Em São João da Madeira, em dérbi regional, a Sanjoanense dividiu pontos com a Oliveirense, tal como já conseguira com Benfica (4-4) e Sporting (3-3).

Pedro Cerqueira, campeão do Mundo de Sub-20 em 2013, assinou um hat-trick frente à Oliveirense.

Os de Oliveira de Azeméis chegaram a uma vantagem de dois golos, por Vítor Hugo e Jorge Silva, mas os alvinegros "viraram" ainda antes do intervalo, com tentos de Pedro Cerqueira (bisou) e Hugo Santos. No arranque da segunda parte, Jorge Silva e Marc Torra protagonizaram nova cambalhota no marcador em apenas cinco minutos. A Oliveirense pecaria na hora de dilatar a vantagem e, a oito minutos do fim, Pedro Cerqueira, de grande penalidade, selou um hat-trick para nova igualdade, agora definitiva.

Apesar do empate, o singelo ponto amealhado é suficiente - face à derrota do Benfica - para a equipa de Paulo Pereira se destacar no terceiro lugar. Com dois jogos em atraso para Óquei de Barcelos e um para o Porto, a Oliveirense está a sete pontos da bipartida liderança.

17ª jornada

• Famalicense 2-3 Sporting

• Benfica 0-2 Riba d'Ave

18ª jornada

• Sanjoanense 4-4 Oliveirense

Classificação

1º Porto (51 pontos / 21 jogos)

2º Óquei de Barcelos (51 / 22)

3º Oliveirense (44 / 20)

4º Benfica (43 / 22)

5º Sporting (43 / 19)

6º Tomar (35 / 21)

7º Valongo (26 / 21)

8º Sanjoanense (23 / 22)

9º Juventude de Viana (22 / 22)

10º Famalicense (20 / 22)

11º Braga (20 / 21)

12º Riba d'Ave (18 / 22)

13º Turquel (17 / 21)

14º Os Tigres (10 / 22)

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade