Notícia

Benfica melhor entre candidatos

Apr 21, 2021

É um exercício de uma prova fictícia, considerando apenas os jogos entre os cinco assumidos candidatos ao título. Ex aequo com Sporting e Porto, o Benfica arrecada o "título". #PrimeiraDivisão

No último defeso, o Óquei de Barcelos assumiu a ambição de lutar pelo título, alargando o leque de assumidos candidatos ao título - com Benfica, Oliveirense, Porto e Sporting - a cinco. Quem se terá saído melhor nos embates entre os candidatos?

Na fase regular, houve 20 jogos entre estes assumidos candidatos, que podem ser compilados no campeonato "privado". Estes terminaram com 11 vitórias em casa, quatro empates e cinco vitórias como visitante, num saldo de golos de 77-62 favorável aos anfitriões.

O Porto foi o mais profícuo com 36 golos marcados, ao passo que a Oliveirense foi a menos goleadora, com apenas 20 tentos conseguidos. A Oliveirense, lanterna-vermelha deste minicampeonato, sofreria 35 golos, confirmando o Sporting a sua aptidão defensiva com apenas 18 consentidos.

O jogo entre candidatos com mais golos foi entre Porto e Óquei de Barcelos (8-6). Na Luz, Benfica e Sporting dividiram pontos com apenas um golo para cada lado.

No entanto, não terminando com o melhor ataque ou a melhor defesa, o minicampeonato é "ganho" pelo Benfica, quiçá na afirmação de um sentimento de que as águias - apenas quartas na classificação geral - encontram motivação extra nos grandes jogos. Ainda assim, o triunfo não é claro.

Benfica, Sporting e Porto somam 14 pontos neste campeonato reduzido e a vitória das águias só é validada nos confrontos entre os três grandes do futebol. A três, o Benfica logrou sete pontos, contra cinco do Sporting e "apenas" quatro do Porto que, pela sua regularidade, garantiria o primeiro lugar na fase regular.

Nas outras equipas que entram neste minicampeonato, as de arbitragem, destaque para os cinco jogos apitados por Luís Peixoto e por Joaquim Pinto, sendo que nunca fizeram dupla. Como dupla, apenas a lisboeta Miguel Guilherme e Luís Peixoto e a portuense Pedro Silva e Joaquim Pinto apitariam mais do quem (dois) "jogo grande".

Os 20 jogos entre os assumidos candidatos

Setembro

Benfica 7-3 Porto • Rui Torres e Carlos Correia

Outubro

Sporting 2-1 Oliveirense • José Pinto e Pedro Silva

• Benfica 1-1 Sporting • Miguel Guilherme e Luís Peixoto

• Óquei de Barcelos 4-4 Porto • Joaquim Pinto e Pedro Figueiredo

Novembro

• Óquei de Barcelos 2-3 Sporting • José Pinto e Silvia Coelho

Sporting 4-2 Porto • Paulo Almeida e Ricardo Leão

• Oliveirense 3-5 Benfica • Rui Torres e Florindo Cardoso

Dezembro

• Oliveirense 4-7 Óquei de Barcelos • Luís Peixoto e João Duarte

Óquei de Barcelos 3-2 Benfica • Joaquim Pinto e Porfírio Fernandes

Janeiro

Porto 4-2 Benfica • José Pinto e Pedro Figueiredo

Oliveirense 3-1 Sporting • Joaquim Pinto e Silvia Coelho

• Sporting 4-5 Benfica • Ricardo Leão e Luís Peixoto

Fevereiro

Porto 8-6 Óquei de Barcelos • Miguel Guilherme e Luís Peixoto

Sporting 4-2 Óquei de Barcelos • Joaquim Pinto e Pedro Silva

• Porto 2-2 Sporting • Pedro Figueiredo e Carlos Correia

• Benfica 2-2 Oliveirense • Luís Peixoto e Teófilo Casimiro

Março

Porto 8-2 Oliveirense • Rui Torres e José Pinto

Óquei de Barcelos 5-3 Oliveirense • Paulo Almeida e Rui Torres

Abril

• Oliveirense 2-5 Porto • Rui Torres e Silvia Coelho

Benfica 5-4 Óquei de Barcelos • Pedro Silva e Joaquim Pinto

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade