Notícia

Reus e Calafell forçam 'negra'

May 22, 2022

Foto de capa: Luis Velasco

O Barcelona e o Liceo só precisaram de dois jogos para passarem às 'meias' da OK Liga. Já Reus e Calafell obrigarão Lleida e Noia a terceiro jogo, na próxima terça-feira. O Voltregà termina em 9º. #OkLiga

Dois apurados, mas adversários por decidir. Barcelona e Liceo carimbaram este sábado o apuramento para as meias-finais da OK Liga, ao vencerem nas pistas de Caldes e Alcoi, mas ainda não sabem quem vão defrontar. Reus e Calafell venceram o segundo jogo e obrigam Lleida e Noia a ir à "negra".

O campeão Barcelona chegou muito cedo a uma vantagem de três golos e o apuramento dos blaugrana parecia uma formalidade. Mas o Caldes reagiu. Ainda na primeira parte, Ferran Rosa (bisou) e Sito Ricart igualaram e valeria o acerto de Pau Bargalló de livre directo para que a equipa de Edu Castro recolhesse em vantagem ao intervalo.

O Caldes procurou a igualdade e o capitão Ferran Rosa faria mesmo o 4-4 a nove minutos do fim, mas Ignacio Alabart pôs"água na fervura", respondendo quase de pronto com um 4-5 que perduraria até final.

O adversário do Barcelona sairá do duelo entre Reus e Lleida. Depois da equipa de Albert Folguera ter vencido em Reus, a equipa de Jordi Garcia respondeu na mesma moeda em casa alheia. Francesco Compagno ("Checco") marcou logo a abrir, no primeiro minuto, e seria herói quase 60 minutos depois.

Sergi Folguera empatou ainda na primeira parte e não haveria mais golos no tempo regulamentar. Nem em quase todo o prolongamento. Quase. Num "último" remate do Lleida, a bola subiu e, em raquete, Julià lançou Checco que, isolado perante Martí Serra, não perdoou. Sobrava apenas um segundo e a festa era, naturalmente, "roginegra".

Para a outra meia-final, o Liceo chegou à vantagem com um golo de Alex Rodriguez, aos sete minutos e meio, para um jogo que foi de nervos e de pouco acerto ofensivo, mascarado de "cautelas".

Só no último minuto, quando o Alcoi procurava desesperadamente manter-se em prova, é que houve mais golos, e ambos para "los verdes". Marc Grau e Jordi Burgaya remataram para a baliza sem guarda-redes da equipa da comunidade valenciana e confirmaram uma segunda vitória, ficando agora a equipa de Juan Copa à espera da decisão entre Noia e Calafell.

Depois da derrota em Sant Sadurní, o Calafell chegou ao intervalo a vencer por 3-0 e, apesar de Eloi Mitjans reduzir, mais dois golos de Martí Casas (marcara um na primeira metade entre os dois de Sergi Miras) pareciam sentenciar a contenda. Mas não para o Noia.

A equipa de Pere Varias reagiu e, com o Calafell a gerir, foi-se aproximando. Xavi Costa fez o 5-2 e Alex Joseph reduzia para 5-3, com mais de sete minutos para jogar. O mesmo Alex Joseph colocaria o marcador na margem mínima, mas, com apenas 13 segundos para jogar, já era tarde para evitar a vitória dos de Ferran López.

As partidas decisivas destes quartos-de-final estão agendadas para terça-feira, dia 24.

Quartos-de-final (à melhor de três)

• QF1 • Barcelona 2-0 Caldes • 14.Mai • 7-3; 5-4

• QF2 • Liceo 2-0 Alcoi • 14.Mai • 6-3; 3-0

• QF3 • Noia 1-1 Calafell • 14.Mai • 4-3; 4-5

• QF4 • Reus 1-1 Lleida • 14.Mai • 3-5; 2-1 (1-1, 1-0 prol.)

Meias-finais (à melhor de cinco)

• MF1 • Barcelona vs. Reus ou Lleida

• MF2 • Liceo vs. Noia ou Calafell

Voltregà em 9º, Igualada em 10º

À margem do play-off a que os oito mais bem classificados tiveram acesso, Voltregà e Igualada disputaram o 9º lugar, que - nas normas vigentes - vale a última vaga desportivamente conquistada para a Taça WSE. E os de Sant Hipòlit levaram a melhor.

Vencedores da segunda mais importante prova europeia em 2002 (numa final frente ao Porto), o Voltregà deverá voltar a ter oportunidade de lutar por um triunfo europeu.

Depois de uma vitória em Igualada por 2-3, o Voltregà venceu esta poule à melhor de três com mais uma vitória, agora por 5-3. O jovem Bernat Yeste marcou os três golos dos arlequins, mas Eric Vargas também assinou um hat-trick, a que se somaram os golos de Arnau Canal e Gerard Teixidó. O jogo ficaria marcado pela despedida de Ton Baliu.

Manutenção vai à "negra"

Também à melhor de três, num "play-out", será decidido quem acompanha Manlleu e Alcobendas na despromoção à secundária OK Liga Plata.

Pela manutenção, o Girona vencera no primeiro jogo nas grandes penalidades, depois de um empate a um no tempo regulamentar. Este domingo, o Palafrugell fez pela vida, vencendo por 5-2.

Sem golos na primeira parte, Sergi Canet e Adrián Candamio bisaram para os alvinegros (o chileno Marc Figa marcou o outro golo) cuja baliza é defendida pelo ex-Oliveirense Xevi Puigbi. Marc Vázquez e "Moi" Aguirre marcaram para os gironinos.

O jogo decisivo está agendado para 28 de Maio, em Girona. Quem perder, é despromovido.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade