Notícia

Play-off já justificado

Jun 07, 2022

Foto de capa: Luis Velasco

As duas meias-finais da OK Liga vão à 'negra' esta terça-feira, justificando só por si, competitivamente, um modelo que muitos reclamavam. Nas partidas decisivas, o Liceo recebe o Noia e o Barcelona recebe o Reus. #OkLiga

Muito anteviam um passeio de Barcelona e Liceo até à final do play-off da OK Liga, para aquele duelo que tem sido o mais mediático em terras espanholas nos últimos anos. Mas Noia e Reus quiseram ter uma palavra a dizer e contrariam o favoritismo alheio em duelos emotivos que dão razão a quem defendia o regresso do play-off, abandonado em 2009.

Este fim-de-semana, com jogos na sexta-feira e no domingo, ficou tudo empatado para uma sempre ansiada - mas imprópria para cardíacos - quinta partida.

Com duas derrotas na Corunha e à beira da eliminação, o Noia igualou a eliminatória com dois triunfos em Sant Sadurní. O primeiro foi categórico, por claros 6-0. Jordi Bargalló deu o mote, com o único golo da primeira parte, aos quatro minutos. Aguardava-se reacção de "los verdes", mas não era noite dos de Juan Copa. Com golos de Xavi Costa e Eloi Mitjans (que bisaram) e um outro de Roc Pujadas, o Noia chegava aos 6-0 a mais de 11 minutos do fim. Era hora de descansar para domingo.

No quarto jogo, viu-se outra face do Liceo. A uma vitória da final, os galegos já venciam por 0-2 aos seis minutos, com bis de Adroher, e, com outro bis, de Alex Rodriguez, manteriam distâncias até à entrada dos 10 minutos finais, quando o marcador registava 2-4.

Num momento fulcral do jogo, Xavi Costa reduziu de grande penalidade para a margem mínima e, empurrada pelo seu público, a equipa de Pere Varias igualaria a três minutos e meio do fim. Quando já se esperava o prolongamento, um remate de meia distância de Eloi Mitjans surpreendeu Carles Grau para o 5-4 que obriga a quinto jogo.

Na Corunha, salvaguardados pela distância à catalã San Sadurní, a entrada será livre para toda a gente.

O Barcelona, depois da derrota no primeiro jogo, lograra empatar a série no Palau Blaugrana e tudo parecia bem encaminhado com uma vitória por 0-3 em Reus no terceiro jogo. Pau Bargalló desequilibrou sobre o final da primeira parte e Hélder Nunes tratou do resto, bisando na segunda.

Os blaugrana pareciam embalados para a final quando, na primeira parte do quarto jogo, Ignacio Alabart marcou e nem Julià, nem Marin, em dois livres directos, conseguiram evitar a desvantagem ao intervalo.

Mas, perante um ambiente extraordinário no reusence Palau d'Esports que não se vê na fase regular, os "roginegros" viraram os acontecimentos. O chileno Diego Rojas, que completara 20 anos dois dias antes, igualou aos cinco minutos e o Reus foi estoicamente resistindo aos ataques do Barcelona, sem argumentos para desfeitear Ballart.

A cinco minutos e meio do fim dos regulamentares 50, "Checco" Compagno surpreendeu Sergi Fernandez de meia distância e colocava a equipa de Jordi Garcia na frente. Na pressão blaugrana, João Rodirgues e Hélder Nunes cometeram faltas que levaram o internacional italiano para a marca de livre directo com pouco mais de um minuto para jogar. "Checco" não "matou" aí o jogo, mas daria a estocada final num remate certeiro de muito longe, quando o Barcelona já arriscava sem guarda-redes.

Praticamente sobre o apito, Alabart ainda bisou para o 3-2. Já não havia tempo para evitar a derrota, a segunda blaugrana nesta série, que obriga à "negra".

As meias-finais decidem-se esta terça-feira no Palácio dos Desportos do Riazor e no Palau Blaugrana.

Nas nove decisões em play-off disputadas na primeira década deste século, o Barcelona nunca falhou a final (e venceu sempre) e a ausência dos blaugrana seria a grande surpresa. Passando o Reus, a final seria inédita. Os reusences estiveram quatro vezes na decisão, mas sempre frente ao Barcelona.

Na outra meia-final, Liceo e Noia lutam por uma segunda presença na final neste modelo este século. Lograram o vice-campeonato - o máximo que um dominador Barcelona permitia - em 2003 (Noia) e em 2009 (Liceo).

Meias-finais

Liceo 6-5 Noia • 27.Mai • 1-0

• Barcelona 3-5 Reus • 28.Mai • 0-1

Liceo 5-2 Noia • 29.Mai • 2-0

Barcelona 5-3 Reus • 30.Mai • 1-1

• Reus 0-3 Barcelona • 3.Jun • 1-2

Noia 6-0 Liceo • 3.Jun • 1-2

Reus 3-2 Barcelona • 5.Jun • 20h30 • 2-2

Noia 5-4 Liceo • 5.Jun • 12h30 • 2-2

• Barcelona vs. Reus • 7.Jun • 20h15

• Liceo vs. Noia • 7.Jun • 20h30

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade