Notícia

Calafell ganha corrida aos golos de Martí Casas

Jan 12, 2022

Foto de capa: Sonia Fusalli Foto

O Calafell garantiu o concurso do atacante goleador Martí Casas, dispensado do Forte. A equipa do português 'Xano' Edo - e de Sergi Miras e Arnau Xaus - procura escrever uma página dourada na sua História. #Mercado #OkLiga

Entre os jogadores livres ou transferíveis neste mercado de Inverno, os catalães Sergi Aragonès e Martí Casas eram os mais apetecidos. E ambos estão de regresso à Catalunha e à OK Liga.

Sergi Aragonès estava colocado à parte no Benfica e é reforço do Reus para o que resta da temporada e até 2024. Marti Casas foi, surpreendentemente dispensado pelos italianos do Forte e reforça a ambição de um renovado Calafell.

Três anos e meio depois, Casas está de regresso à OK Liga, depois de, tal como Aragonès, ter sido catapultado pelo Noia.

Agora com 26 anos, Martí Casas consolidou-se como homem-golo em Itália e acabaria por receber "guia de marcha" do Forte quando era o segundo melhor marcador da equipa, a apenas um tento do registo de Pedro Gil.

Foram vários os clubes a movimentarem-se no sentido de garantirem o concurso de Martí Casas, mas foi um ambicioso Calafell que logrou convencê-lo. Com muitas mexidas no último defeso e a chegada de Ferran López para o comando técnico, o Calafell é 6º, já garantiu a presença na Taça do Rei, mas é uma equipa que marca poucos golos. Assinou 39 em 12 partidas.

O Calafell viu a partida com o Barcelona, que fechava a primeira volta de ambas as equipas, adiada e só regressa às pistas a 15 de Janeiro, em Alcoi, já para a segunda volta da fase regular. Cumprirá praticamente um mês de interregno depois de um empate (2-2 em Igualada) e uma derrota (2-5 frente ao Reus) nos dois últimos jogos de 2021.

Aleix Ordóñez, que chegou no último defeso do Barcelona "B", deixa o Calafell para reforçar o Espanyol.

A equipa do guarda-redes internacional português "Xano" Edo, tem em de Sergi Miras, ex-Sporting e ex-Porto, e em Arnau Xaus, que esteve uma temporada na Juventude de Viana, os seus melhores marcadores, com, respectivamente, 11 e nove golos, somando mais golos (20) que o resto do plantel (19).

A incorporação de Martí Casas - que assina até ao final da época em curso - será importante no capítulo ofensivo. Autor de 39 golos na última fase regular da Serie A1 (em 26 jogos, ficando em branco em apenas cinco), já tinha oito apontados na presente, tendo marcado nas cinco últimas aparições - bisou nas duas últimas - pela equipa que agora é treinada por Marc Gual.

Para além dos desafios internos da OK Liga e da Taça do Rei, o Calafell tem legitimas aspirações na europeia Taça WSE, integrando o grupo C da Sanjoanense. No jogo que já realizou, o Calafell venceu em Voltregà por 2-3 e recebe a equipa portuguesa a 5 de Fevereiro.

Outro "reforço"

Na presente temporada, o Calafell teve a infelicidade de ter perdido, por lesão ainda em Outubro, Jordi Ferrer ("Ferreti"), que tinha chegado do Noia com o técnico Ferran López como uma clara mais-valia para a equipa tarragonesa.

Agora, já em 2022, Ferreti está de regresso aos treinos, e poderá mesmo ser opção para o jogo em Alcoi. Será um outro reforço para a segunda metade da temporada.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade