Notícia

Aposta reiterada em Pedro Figueiredo e Carlos Correia

Mar 05, 2022

Pedro Figueiredo e Carlos Correia são os escolhidos para apitar o Clássico entre Benfica e Porto. Uma semana depois de terem arbitrado o Sporting em Barcelos, vêem a confiança - e a aposta - reforçada. #Arbitragem #PrimeiraDivisão

Não chegaram há muito tempo aos palcos mais mediáticos, mas os minhotos Pedro Figueiredo e Carlos Correia têm sido aposta do Conselho de Arbitragem e, uma semana depois de terem arbitrado o embate entre Óquei de Barcelos e Sporting, sem debate de casos num resultado desnivelado, estarão no maior Clássico do Hóquei em Patins nacional, este domingo, entre Benfica e Porto.

Este será o quarto jogo que Pedro e Carlos apitam como dupla esta época para o campeonato, tendo actuado juntos, antes do jogo da pretérita jornada em Barcelos, na ronda inaugural, na partida entre Oliveirense e Marinhense, e na 17ª jornada, entre Sanjoanense e Turquel. Sempre com vitórias das equipas da casa.

Pedro Figueiredo esteve no Clássico entre dragões e águias na primeira volta, então ao lado de Silvia Coelho, numa das três partidas que arbitrou do Benfica. Tantas como dirigiu do Porto. Já Carlos Correia apitará pela primeira vez os encarnados e pela terceira os azuis-e-brancos, sendo um dos árbitros com menos nomeações para a presente edição da I Divisão. De 24 árbitros já nomeados, apenas quatro têm menos nomeações que as nove de Carlos Correia.

Não obstante, Pedro Figueiredo e Carlos Correia passarão a somar quatro jogos cada entre os actuais cinco primeiros da classificação e apontados como candidatos ao título - Porto, Óquei de Barcelos, Sporting, Benfica e Oliveirense -, e são apenas superados pelas cinco partidas dirigidas por João Duarte. Pedro Figueiredo ficou em terceiro na classificação dos árbitros na última temporada, mas será curioso constatar que, das 16 partidas já realizadas entre candidatos (contando o Clássico deste fim-de-semana), Pedro Silva, o "árbitro do ano", esteve "apenas" em dois, e Paulo Carvalho, que ficou em segundo, não foi chamado uma única vez.

A jornada não ficará completa no fim-de-semana, em virtude da participação de Juventude de Viana e Sanjoanense na Taça WSE. As duas equipas que estão na luta pela manutenção jogam quarta-feira frente a, respectivamente, Tomar e Braga.

Nas partidas deste sábado, destaque para o embate entre Valongo e Oliveirense, que será dirigido por João Duarte e Pedro Silva. E sublinhado para a chamada de Ricardo Leão ao encontro entre Parede e Óquei de Barcelos, destacando-se como o árbitro com mais jogos dirigidos na categoria máxima, com 18.

Rui Torres e Manuel Oliveira poderão igualar o árbitro de Lisboa a meio da semana, mas, estranhamente para o que tem sido hábito esta época, à hora de fecho deste artigo - já no dia dos primeiros jogos da ronda - ainda não tinha sido publicado o documento de nomeações.

20ª jornada

• Paço de Arcos vs. Marinhense • 5.Mar • 18h • Paulo Carvalho e Ricardo Leão

• Valongo vs. Oliveirense • 5.Mar • 18h30 • João Duarte e Pedro Silva

• Parede vs. Óquei de Barcelos • 5.Mar • 21h • António Santos e Paulo Almeida

• Benfica vs. Porto • 6.Mar • 15h • Pedro Figueiredo e Carlos Correia

• Sporting vs. Turquel • 6.Mar • 18h • Miguel Guilherme e João Catrapona

• Juventude de Viana vs. Tomar • 9.Mar • 21h

• Braga vs. Sanjoanense • 9.Mar • 21h

Classificação

1º Porto (49 pontos), 2º Óquei de Barcelos (45), 3º Sporting (41), 4º Benfica* (40), 5º Oliveirense (38), 6º Valongo (33), 7º Tomar* (30), 8º Braga* (23), 9º Paço de Arcos (21), 10º Juventude de Viana (14), 11º Sanjoanense (13), 12º Parede (13), 13º Marinhense* (11), 14º Turquel** (8)

*menos um jogo, **menos dois jogos

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade