Notícia

Reus e Noia oficializam novas 'armas'

Jul 02, 2021

Na preparação de uma temporada em que a participação na "superliga" está no horizonte, Reus e Noia oficializaram as suas novas "armas" com que tentarão surpreender os "tubarões". #Mercado #OkLiga

Reus e Noia são duas das equipas com mais história no país vizinho e, recorrentes na Liga Europeia, não hesitaram na hora de serem fundadores no projecto da EHCA, o que lhes poderá garantir a entrada na propalada "superliga".

Nesse sentido, mas sem os recursos financeiros de outros grandes da modalidade, atacaram o mercado com critério na preparação da nova temporada.

No Reus, quarto na última edição da OK Liga, Jordi Garcia continua ao leme, mas perde Àlex Rodriguez (Liceo), Romà Bancells (Palafrugell) e Pablo Najera. Para o lugar destes chegam os atacantes David Gelmà (Girona), valor seguro do Hóquei espanhol e 10º melhor marcador da OK Liga na temporada finda, e Francesco Compagno (Lodi), jovem prodígio italiano, para uma frente ofensiva que contará também com Marc Julià e Raul Marin.

Os defensores Felipe Castro e Joan Salvat deverão continuar de "roginegro", como a última barreira à frente dos guarda-redes Candid Ballart e Martí Zapater, que chega do Noia. Duas vagas para os 10 na ficha de jogo deverão significar a aposta nos jovens Ferran Gimenez (20 anos) e Diego Rojas (19) já muito utilizados na última época.

Mini-revolução no Noia

No Noia, o regresso de Pere Varias (Calafell) ao comando técnico é acompanhado de mexidas significativas para tentar melhorar o sexto lugar de 2020/21.

Jordi Ferrer e Pol Manrubia, este tentado pelo Hóquei português, estão de saída e há ainda rumores de uma possível saída de Roc Pujadas, apontado ao Liceo, mas os reforços são de peso.

A Adrià Ballart, Aleix Esteller, Xavi Costa e ao guarda-redes Xus Fernandez, que continuam a representar a equipa da "Capital da Cava", juntam-se Jordi Bargalló (Oliveirense) e Eloi Mitjans (Calafell), em dois regressos, Alex Joseph (Girona) e o guarda-redes Blai Roca (Voltregà).

Jordi Bargalló dispensa apresentações e regressa ao Noia 19 anos depois de ter partido para se afirmar como um dos melhores de sempre da modalidade. Eloi Mitjans, também de regresso ao emblema onde se formou, chega depois de uma temporada a carregar o Calafell de Varias às costas, terminando como terceiro melhor marcador da OK Liga, com 39 dos 83 golos apontados pela sua equipa.

Para a baliza chega Blai Roca, irmão do blaugrana Nil, e apontado como um dos melhores valores do país vizinho entre os postes. Internacional jovem, chega a Noia aos 23 anos depois de uma excelente temporada ao serviço do Voltregà. Outro jovem, mas também valor seguro, que estará às ordens de Varias é Alex Joseph, que chega cedido pelo Barcelona. O jogador que completa 21 anos no próximo dia 5 esteve nas duas últimas épocas no Lleida e no Girona e somou experiência para agora procurar afirmar-se definitivamente em Sant Sadurní e, quem sabe, seguir as pisadas de Llorca no regresso ao Barcelona.

Inline content
Ficha Técnica
Estatuto Editorial
Contacte-nos
BackOffice
Política de Privacidade